Casos registrados "transtornos da motilidade ocular"
(Traduzidos do inglês com Altavista Babel Fish)

Filtrar por palavras-chave:



Obtendo documentos. Espere, por favor...

1/416. Polineuropatia sensorimotor aguda com pupilas do tónico e um deficit da abducção: uma apresentação incomun do nodosa do polyarteritis.

    Uma pupila do tónico pode ocorrer na isolação ou como parte de uma desordem sistemática. Nós relatamos um paciente que desenvolva as pupilas do tónico e um deficit da abducção no ajuste do nodosa do polyarteritis. A combinação de uma pupila do tónico e de um deficit da abducção deve sugerir a possibilidade de uma desordem vasculopathic, porque o músculo ambos do gânglio ciliary e de músculo reto lateral é fornecido pela artéria muscular lateral. A artéria pequena difundida e o redução e a oclusão arteriolar são as indicações do nodosa do polyarteritis. As síndromes isquêmicas incomuns podem ocorrer, como esta combinação rara de sinais neuro-ophthalmic, pela participação da artéria nutriente e de seus collaterals. Nós somos inconscientes de outros relatórios das pupilas neuropathic do tónico em colaboração com o nodosa do polyarteritis. ( info)

2/416. Imagem latente de ressonância magnética da síndrome adquirida de Brown em um paciente com psoríase.

    FINALIDADE: Para relatar a ocorrência da síndrome adquirida de Brown e de resultados associados da imagem latente de ressonância magnética em um paciente com psoríase. MÉTODOS: Uma mulher dos anos de idade 42 com uma história da dor desenvolvida psoríase, da visão dobro, e da elevação limitada de seu olho esquerdo no citação. Uma imagem orbital da ressonância magnética com realce do gadolínio foi obtida. RESULTADOS: A imagem orbital da ressonância magnética divulgou o realce anormal do complexo esquerdo do trochlea/tendão. O patient' sintomas de s resolvidos com terapia do corticosteroide. CONCLUSÕES: A síndrome adquirida de Brown pode ser associada com a psoríase. A inflamação do complexo do trochlea/tendão que pode causar a síndrome adquirida de Brown pode ser demonstrada na imagem da ressonância magnética. ( info)

3/416. Fechamento involuntário da pálpebra do monocular.

    OBJETIVOS: O blepharospasm do monocular (MBLS) é precipitado pela patologia ipsilateral da ocular e torna-se bilateral sobre o tempo. Dois pacientes são relatados com o distúrbio visual do monocular que exibe o fechamento involuntário da pálpebra do monocular (MIEC), assemelhando-se a MBLS. MATERIAL E MÉTODOS: Uma fêmea dos anos de idade 31 com hipertireoidismo desenvolveu o polyopia do monocular com visão esquerda do olho na fixação binocular seguida pela extinção visual ipsilateral. A visão do monocular era de outra maneira normal. Um macho dos anos de idade 57 com falha renal desenvolveu a cegueira do monocular secundária à hemorragia retinal. RESULTADOS: O primeiro paciente teve o anisocoria e a proptose. A ressonância magnética do cérebro (SR.) era normal. O segundo paciente teve movimentos involuntários do olho esquerdo. O tomography computarizado da cabeça (CT) era normal. Ambos os pacientes exibiram MIEC do olho com prejuízo visual que poderia ser superado voluntàriamente, mas reapareceram em cima da distracção. Nenhuns dos dois BLS desenvolvidos na continuação a longo prazo. CONCLUSÃO: MIEC representa uma complicação da patologia ipsilateral da ocular na ausência de outros movimentos involuntários, na apraxia da abertura da pálpebra, ou no blepharospasm (BLS). MIEC precisa de ser distinguido de MBLS, desde que não todo o MBLS se torna bilateral. ( info)

4/416. Fratura crescente do crânio do telhado orbital. Relatório do caso.

    As fraturas crescentes do crânio são complicações raras do traumatismo principal e levantam-se muito raramente na base do crânio. Encontrar e o tratamento clínicos e radiológicos de uma fratura crescente do telhado orbital em um menino dos anos de idade 5 são relatados, e a literatura relevante é revista. O retrato clínico era inchamento da pálpebra. A varredura do tomography computado (CT) era excelente para demonstrar o defeito ósseo no telhado orbital. Ferimento de cérebro de Frontobasal parece jogar um papel importante na patogénese do crescimento da fratura. A fratura crescente do crânio do telhado orbital deve ser considerada no diagnóstico diferencial nos casos de sintomas persistentes da ocular. A craneotomia com excisão do tecido gliotic do cérebro e de granulação, reparo e cranioplasty dural é o tratamento da escolha. ( info)

5/416. A síndrome leukoencephalopathy do Posterior não pode ser reversível.

    A associação de uma encefalopatia reversível aguda com anomalias transientes do lóbulo occipital em estudos da imagem latente é conhecida. Esta circunstância foi chamada síndrome leukoencephalopathy do posterior reversível. A apresentação clínica geralmente inclui apreensões, dor de cabeça, alterou o status mental, e a cegueira, associada frequentemente com a hipertensão e os imunossupressores. Os autores discutem um macho com dois anos com o Down Syndrome que apresentou 2 meses após a transplantação allogeneic da medula com crise oculogyric severa, sem outras queixas. O paciente era tratado para a hipertensão e recebia o cyclosporine para a profilaxia da doença do transplantar-contra-anfitrião. Uma varredura do tomography computado da cabeça revelou os lucencies bilaterais marcados que envolvem principalmente a matéria branca dos lóbulos occipital, com alguns focos da hemorragia punctate. A circunstância melhorou quando o cyclosporine foi interrompido, mas uma área do leukomalacia foi identificada na imagem latente de ressonância magnética da continuação. Ao authors' o conhecimento, crise oculogyric como uma apresentação do posterior reversível leukoencephalopathy não tem sido descrito previamente. Reconhecer esta associação é importante, porque os pacientes que recebem o cyclosporine estão recebendo frequentemente outras medicamentações que podem potencial causar os movimentos de olho distónicos, conduzindo possivelmente a um atraso no diagnóstico e o tratamento, que podem conduzir a um deficit neurológico irreversível. ( info)

6/416. Secundário opsoclonus-myoclonus de Paraneoplastic à melanoma maligno.

    Opsoclonus-myoclonus é uma síndrome paraneoplastic bem-descrita que ocorra o mais frequentemente em colaboração com a carcinoma pequena da pilha da carcinoma do pulmão e do peito. Ao melhor de nosso conhecimento, nós descrevemos o primeiro relatamos que o caso da ocorrência opsoclonus-myoclonus paraneoplastic é associação com melanoma maligno. Os anticorpos de Antineuronal não foram identificados apesar do teste repetido. Nenhum benefício terapêutico foi observado depois da administração do corticosteroide. ( info)

7/416. Pseudo-Brown' adquirido; síndrome de s imediatamente depois do implante da glaucoma da válvula de Ahmed.

    Uma mulher dos anos de idade 76 anotou a diplopia vertical e horizontal um dia que segue a colocação de uma válvula de Ahmed no quadrante superonasal de seu olho esquerdo. Era incapaz de elevar seu olho esquerdo, especial no citação. Recusou a remoção do implante e a cirurgia do estrabismo sozinho não resolveu satisfatoriamente seu problema. Em teste forçado do duction, o implante tornou-se firmado entre o globo e a órbita superonasally. O reposicionamento subseqüente da válvula conduziu à definição de seu problema da mobilidade. a desproporção Implantar-orbital pode produzir um pseudo-Brown' síndrome de s. Os cirurgiões são incentivados executar teste forçado do duction na altura da colocação do implante da glaucoma para detectar e impedir esta complicação. ( info)

8/416. O componente somático da esquizofrenia: uma dissociação dos objetivos da atenção visual e da fixação bifoveal?

    A presença de desordens de movimentos de olho é considerada hoje como ' o candidato o mais forte para um marcador biológico genetically transmitido do traço de disorders' esquizofrénico; (1). O estudo atual é baseado na experiência, um pouco do que o comportamento, de um paciente em uma busca para um método de objectifying seus problemas visuais. Este método foi encontrado para ser um teste simples, que demonstrasse um distúrbio da fixação: quando um olho acomodado na figura sem vergence, a outro, vergent, olho fundiu com a imagem do fundo relacionado. A desordem tinha sido diagnosticada mal como ' exophoria' em examinações ophthalmological convencionais, porque a teoria ophthalmological de prevalência aceita somente uma modalidade da visão; de acordo com o mais recente pesquisa, entretanto, é necessário distinguir duas modalidades complementares da visão--um para o panorama e um para o detalhe--quais diferem em sua coordenação do vergence e da acomodação. Esta teoria bimodal nova da visão--apresentado aqui pela primeira vez--feito lhe possível compreender a causa da desordem como uma substituição da observação para a fixação, dívida a um disinhibition da visão do panorama durante a visão da fixação, ou a um intercâmbio de projeções nasais temporais e contralaterais ipsilateral do retina, ambos os associados com uma disparidade da fixação. Após a correção do patient' a disparidade da fixação de s de acordo com um método incomun, a dissociação dos objetivos visuais foi remediada e os distúrbios mentais do paciente desapareceram. ( info)

9/416. Myoclonus palatal na síndrome myoclonus do opsoclonus postinfectious: um relatório do caso.

    Um macho adulto que apresenta com a ataxia aguda do opsoclonus do início, a myoclonus e a cerebelar está sendo relatado. O paciente teve os membros e o palato de envolvimento myoclonus. Há somente alguns casos relatados associados com o myoclonus palatal. Recuperação espontânea gradual mostrada paciente. A possibilidade de ser a base da malignidade foi excluída por investigações detalhadas. ( info)

10/416. Um exemplo do upgaze paroxístico do tónico da infância com a ataxia.

    O upgaze paroxístico do tónico da infância é um raro, distintivo, a síndrome da infância que pode ser associada com a ataxia e às vezes o estrabismo ou a ambliopia. A examinação neurológica assim como estudos metabólicos, o electroencefalograma e as investigações neuroradiological são normais nestes pacientes. Embora se considere como uma distonia relativa à idade, dopa-sensível, o mecanismo patogenético exato é ainda desconhecido. A agravação dos ataques pela fatiga, infecção ou vacinação intercorrente, e dysmaturation corticomesencephalic possível pode ser a base desta anomalia. Nós relatamos em um exemplo esporádico do upgaze paroxístico do tónico com a ataxia em que havia uma agravação alerta dos sintomas com sono sem resposta ao tratamento do levodopa. Este caso sugere um mecanismo patogenético subjacente diferente dos caminhos dopaminergic para esta síndrome. ( info)
(Traduzidos do inglês com Altavista Babel Fish)| Próximo ->


Deixa uma mensagem sobre 'Transtornos Da Motilidade Ocular'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.