FAQ - Aneurisma da Aorta Torácica
(Powered by Yahoo! Answers)

Será que uma pessoa com um aneurisma cerebral pode ter relações sexuais?


eu tenho um namorado e um aneurisma!! eu não sei o que eu faço! será que morrerei se tiver um relacionamento sexual com ele? me ajudem por favor!!
----------

Somente o medico que te acompanha pode dizer isso com precisão , pois vai depender de onde é esse aneurisma , como está a parede do vaso lesado´, já que o aneurisma é um vaso sanguineo dilatado com risco de rompimento , alguns casos até cirurgico, acredito que há riscos sim , pois quando transamos nós temos um aumento dos batimantos cardiacos e pode ocorer um aumento de pressão ai eu pergunto esse vaso aguenta? por isso como eu disse vc tem que exclarecer isso com seu medico!!  (+ info)

gente o exame de sangue foi trocado ela tinha anemia e acabou fazendo a cirurgia de aneurisma?


Fernando V
Boa tarde!!
Td bem?!?!

Pergunta: gente o exame de sangue foi trocado ela tinha anemia e acabou fazendo a cirurgia de aneurisma


Resposta: Fernando cada caso é um caso, porém acredito que há alguma coisa muiiiiiiito errada nessa história, primeiramente não há como trocar anemia por aneurisma.... segundo Anemia é uma alteração visualizada ao exame de laboratório (Hemograma) enquanto Aneurisma, é uma alteração visualizada em exames de imagem (Ultrassom, tomografia, ressonância)...portanto acho muito dificil através de um simples exame de laboratório se indicar realização de uma cirurgia.
Outra coisa, do momento do diagnóstico de um " Aneurisma", até o centro cirúrgico onde se opera esse paciente.. ele é visto por outras médicos de diversas especialidades e por uma equipe multiprofissional (clínicos, cardiologistas, enfermeiros, fisioterapeutas)... o que torna mais dificil ainda que ocorra um equivoco como este.. pois até acredito que uma pessoa (médica ou não erre) mas, erro em conjunto é deveras muito dificil. entende?

Bom Dr mas o que pode ter ocorrido?

Não passei por situação similar antes, porém, eu culparia unica e simplesmente a maior causa de problemas nas relções médico/ paciente. que se chama: FALTA DE COMUNICAÇÃO. este sim um problema muito comum, responsável na maioria das vezes por dúvidas como essa.
espero ter ajudado
Abço
Rhuam  (+ info)

Uma pessoa que possui clip de aneurisma cerebral pode utilizar uma balança eletrônica por bioimpedância?


Balanças que medem: Taxa de Gordura, Líquido, Músculo e Osso.
----------

Acredito que sua dúvida pode ser esclarecida por seu neurologista.  (+ info)

Minha mãe fez ecocardiograma,e rsultou em aneurisma.Alguém pode me explicar melhor o que é isso?


Rose Brasil
Bom dia
Td bem?

Pergunta: Minha mãe fez ecocardiograma,e rsultou em aneurisma.Alguém pode me explicar melhor o que é isso?

Resposta: Rose, receber diagnósticos de aneurismas é sempre meio que assustador ao paciente concorda??
A primeira coisa que vem na cabeça é : - Isso é grave?? vou morrer???
então vamos lá, muita calma nessa hora, sabemos que tua mãe realizou um exame de imagem Ecodopplercardiograma, e este evidenciou presença de aneurisma.... tá !!!!, mas onde está localizado este aneurisma, na ponta do ventrículo ou na Aorta (Artéria principal do organismo) Ascendente ou arco aórtico?
pq te faço estas perguntas, simples, através delas o tratamento é diferente.
O Conceito de aneurisma consiste em "afrouxamento " das fibras musculares de uma determinada região , se ocorre em um vaso, ele se afrouxa .... e por mecanismo de pressão ganha forma de um saco ou uma bola.

Se este aneurisma se forma na ponta do ventrículo, é sinal, que o coração do paciente foi vítima de um infarto extenso, que deixou uma sequela no miocárdio (músculo cardíaco), essa sequela é dita aneurisma de ponta, por mecanismo de pressão as fibras musculares se "afrouxam" e o sangue fica acumulado numa espécie de saco. o problema deste tipo de aneurisma é que sangue que fica "coletado" neste aneurisma pode virar trombo (coágulo) e isso pode (ênfase no pode) causar um Derrame (AVCi)
Se este aneurisma se forma na raiz da aorta (onde ela nasce) isso gera problemas tanto na circulação geral quanto na válvula aórtica (que recebe este nome por estar na divisão entre o coração e a Aorta). bom aí o problema é um pouco mais complicado, pois aneurismas de aorta ascendente tem prognóstico (evolução) pior, e devem ser tratados com cirurgia de correção da aorta (que também não é um bicho de sete cabeças)
sugestão: marque uma consulta com o cardiologista e discuta essa doença com o mesmo ok?
Espero ter ajudado
Abço
Rhuam  (+ info)

por que a velocidade do sangue na aorta e maior que nos capilares?


eu arrumei um texto sobre circulação e lendo ele talvez vc entenda e descubra



O aparelho circulatório é constituído pelo coração e sistema vascular; este tem como função servir as necessidades dos tecidos, mantendo um ambiente apropriado à optima função celular e sobrevivência. Tem também uma importante acção no que diz respeito a alguns mecanismos homeostáticos. O coração e a circulação funcionam essencialmente como um sistema de transporte e intercâmbio.

O coração pelas características do seu funcionamento pode ser considerado uma bomba dupla em série pois pode ser dividido em coração direito e coração esquerdo. O coração esquerdo diz respeito à circulação sistémica ou grande circulação (o sangue sai do ventrículo esquerdo para a aorta, desta vai ramificando-se em artérias mais pequenas originando as arteríolas que vão ainda ficar mais estreitas aparecendo os capilares arteriais nos quais vão ocorrer as trocas gasosas, passando os capilares arteriais a capilares venosos, seguidamente têm-se as vénulas que colectam o sangue dos capilares venosos; por fim aparecem as veias que levam o sangue venoso até ao coração), o coração direito diz respeito à circulação pulmonar ou pequena circulação (gera-se um fluxo através dos pulmões para que se dê a troca de CO2 por O2, passando o sangue venoso, proveniente da grande circulação, a sangue arterial; também nesta circulação o sangue percorre primeiro as artérias, depois as arteríolas até chegar aos capilares, destes passa para as vénulas e posteriormente para as veias até o sangue, neste caso arterial, chegar ao coração).

O fluxo unidireccional através do coração é conseguido por um eficiente sistema de válvulas.

As artérias e veias são os grandes vasos, enquanto que as arteríolas, capilares e vénulas são denominados pequenos vasos.

As artérias, as vénulas e as veias são elásticas, o que significa que têm paredes elásticas, ou melhor, viscoelásticas. A viscoelasticidade significa que os vasos têm em simultâneo propriedades de sólidos elásticos e líquidos viscosos. O coração se estiver bem elástico vai encher melhor e expulsar muito mais rápido. Como já foi referido anteriormente, as artérias e as veias são elásticas, contudo, à pressão em que se encontram, pode dizer-se que as veias são muito mais elásticas que as artérias. As arteríolas e os capilares podem considerar-se rígidos, são muito pouco elásticos, ao contrário das vénulas, veias e artérias. Cada órgão é irrigado em paralelo tendo uma circulação especial, especificamente sua.

Fluxo sanguíneo:

O fluxo de sangue que sai do ventrículo é intermitente, por isso, diz-se que a expulsão é intermitente. Por outro lado o fluxo de sangue nas artérias é pulsátil ou seja tem altos e baixos, nas arteríolas, capilares, vénulas e veias é constante por isso chama-se contínuo. Nas veias próximas do coração volta a ser pulsátil por repercussão do ciclo cardíaco o sangue é numa quantidade mínima aspirado para o coração.


Pressão sanguínea:

A pressão nas artérias é pulsátil e muito elevada, contudo, vai decrescendo ao longo de todo o sistema circulatório até que na aurícula direita a pressão média é quase nula, por volta dos 4 mm Hg . O sangue move-se por diferenças de pressão.



Função dos diferentes vasos sanguíneos:

A função das artérias é conduzir rapidamente o sangue para os órgãos. As paredes das arteríolas têm músculo liso que se contrai ou relaxa por ordem do sistema nervoso e por efeitos locais tendo por isso a possibilidade de regular o seu diâmetro, controlando dessa forma a quantidade de sangue, ou seja, o fluxo de sangue que vai para os capilares. Nestes ocorrem as trocas de nutrientes com as células (trocas de oxigénio, de hormonas, de electrólitos...). Entretanto as vénulas colectam o sangue dos capilares venosos e as veias conduzem-no para o coração. Sabe-se hoje em dia que as veias, além da função condutora de sangue, têm muitas outras funções. Uma particularidade que as veias e vénulas têm é que, devido à sua grande elasticidade, permitem um aumento de volume de sangue no seu interior sem que com isso a pressão sofra grandes alterações, podendo chamar-se, por isto, um reservatório de sangue da circulação; além disso, devido ao músculo liso existente nas suas paredes conjuntamente com a sua grande elasticidade, pode dizer-se que são um reservatório de sangue de capacidade variável (aproximadamente 64% do sangue encontra-se no sistema venoso sistémico).


Débito, Velocidade do Sangue e Regulação de Volume:

Débito de um vaso é igual ao volume de sangue que atravessa a secção recta desse vaso num determinado ponto por unidade de tempo, ou seja,

Q = V / t,

em que V é o volume de sangue que passa em determinada secção durante o tempo t.

O sangue é um líquido incompressível, assim, o seu volume diminui por acção da pressão de maneira que a quantidade de sangue que entra por unidade de tempo, ou seja, o débito tem de ser igual ao volume de sangue que sai por unidade de tempo, sendo desta forma o débito constante ao longo do vaso. A velocidade do sangue é também chamada débito linear. Assim o débito é dado pelo produto da área, S, pela velocidade do sangue, vs, (numa maior área para que o volume de sangue seja o mesmo, a sua velocidade terá de ser muito menor). Pode dizer-se que quanto maior for a secção do vaso menor é a velocidade do sangue: esta relação denomina-se de equação de continuidade.

Quando aparece uma ramificação na circulação, o sangue passa a caminhar mais lentamente.

A soma das áreas de todas as secções é máxima nos capilares, pois vai subindo à medida que vai havendo ramificações, sendo por isso máxima nos capilares. A velocidade do sangue vem de uma velocidade muito elevada na aorta para uma velocidade muito baixa nos capilares, podendo, assim, ocorrer uma eficaz troca gasosa e de nutrientes com os tecidos, voltando posteriormente, a velocidade a subir ligeiramente nas vénulas e nas veias.


Regimes de Fluxo:

Abordando agora os tipos de fluxo existentes, tem-se dois tipos: fluxo laminar (as trajectórias das partículas nunca se cruzam e a velocidade de uma partícula num ponto é tangente à trajectória nesse ponto); fluxo turbulento (a trajectória das partículas tem remoinhos que se cruzam numa trajectória).

Reynolds viu que num tubo o fluxo pode passar de laminar a turbulento consoante as condições. Este determinou, ainda, o chamado nº de Reynolds (RVd/, em que  e  são a densidade e a viscosidade do líquido;V, a sua velocidade média e d, o diâmetro do tubo) que é a razão entre a força de inércia de convexão e a força de cisalhamento. As conclusões que se podem tirar destes números são: se o número for menor que 2400 o fluxo é laminar se, no entanto este for superior a 10 000 o fluxo é turbulento, existindo entre os dois uma zona com instabilidade o que quer dizer que ocorrem circulações ínfimas (vórtices) que não progridem no caminho sendo por isso denominadas de instabilidades.

O fluxo de sangue para o homem normal (animais não) estando em repouso ou efectuando um baixo exercício físico, em condições normais, é sempre laminar, excepto perto dos obstáculos como nas bifurcações, ramificações nas válvulas, nas curvaturas dos vasos (na curvatura da aorta aparecem instabilidades que são absolutamente normais). Em condições de exercício físico intenso pelos atletas é necessário maior volume de oxigénio para os músculos desses mesmos atletas, desta forma o débito aumenta, aumentando a velocidade do sangue e também o nº de Reynolds, surgindo turbulências. Estas turbulências vão ser audíveis com o estetoscópio e denominam-se de sopros que no caso dos atletas são perfeitamente fisiológicos, ou seja, perfeitamente normais. As vibrações que por vezes são palpáveis, com ruído audível ao estetoscópio e que se transmitem à superfície do corpo são denominadas de prémites.


Situações Patológicas:

Anemia: deficiência em glóbulos vermelhos. Para compensar esta deficiência, conseguindo oxigenar os tecidos de uma forma eficiente o débito aumenta, a velocidade do sangue também aumenta, logo o nº de Reynolds também aumenta, além disso a viscosidade do sangue em geral vai diminuir uma vez que os glóbulos vermelhos são os responsáveis pela viscosidade do sangue. Devido ao facto do nº de Reynolds aumentar muito e a viscosidade diminuir vão surgir muitas vezes turbulências na anemia.

Estenose vascular e valvular: é um estreitamento de um vaso ou de um orifício de uma válvula (por ex.: estenose mitral – o orifício da válvula está muito estreito), podendo dar-se, inclusivamente, separação de fluxo. Havendo uma diminuição da área do vaso a velocidade do sangue vai aumentar muito, logo, o nº de Reynolds também vai ser muito elevado e assim vai haver turbulências.

Aneurisma: é um alargamento brusco de um vaso ou de uma cavidade cardíaca. Na zona onde existe uma variação muito brusca do diâmetro do tubo vai ocorrer uma grande turbulência.

Insuficiência valvular: válvula que fecha mal ficando um pequeno orifício. Assim quando a válvula está fechada o sangue vai passar pelo pequeno orifício adquirindo uma grande velocidade. Nessa zona ocorre uma grande turbulência originando um sopro.

“Shunt”: ligação directa de uma artéria a uma veia (ou seja, comunicação permanente, patológica, entre o sistema arterial periférico e o sistema venoso ou o sistema arterial pulmonar), é uma passagem que encurta a circulação do sangue entre um vaso que se encontra a alta pressão, para um vaso que está a baixa pressão. Devido a um elevado gradiente de pressão o sangue cami  (+ info)

O q ão granulomas no baço e calcificação ateromatosa na aorta abdominal?


granulomas são formações mais densas que aparecem no raio X. podem ser desde simples acúmulo de ferroporfirinas até tumores.
calcificação ateromatosa são o resultado de aterosclerose na sua aorta abdominal

aorta abdminal é o braço da artéria aorta que passe pelo abdomem.

calcific~~ao ateromatosa é meio difícil de explicar. mas é quando um ateroma fica velho, e acumula cálcio, daí aparece no raio X como pontos brancos entornando as paredes das artérias.

precisa compreender o processo de formação do ateroma, que tem relação com os nívei de colestrerol. veja em:

http://www.vanderhaagenbrazil.com.br/page_1118344061819.html  (+ info)

O que significa dizer que uma pessoa está com a aorta alongada?


não sei  (+ info)

Tive rompimento de aneurisma e fiquei c sequelas nos membros esquerdo. Gostaria de saber se é reversivel?


Ah, tive o rompimento em novembro de 2006, já melhorei bastante mas ainda não consigo andar em lugares c desnivel por exemplo descidas e subidas...
----------

oi! e reversivel. so que e um processo demorado e de muita força de vontade! meu avô tinha 78 anos quando teve um, demorou muito tempo muita fisioterapia muita força de vontade mas ele voltou a ter uma vida normal, ele me disse que voltou a fazer tudo que fazia antes do problema ! o tempo de recuperação eu não me lembro !
boa sorte pra vc e melhoras ! não desista nunca a sua vida e sua felicidade valem cada esforço!!!!  (+ info)

Tenho 18 anos e sinto formigaç~eos na cabeça e a noite sinto minha cabeça ardendo o que será um aneurisma?


há 9 anos meu pai morreu de aneurisma cerebral com 42 anos, atualmente sinto minhas arterias na cabeça parecendo que estão queimando...e a noite fico com medo...
ao contrario de meu pai sou uma atleta e tenho pressao baixa
o que devo fazer isso e um aneurisma gente que ja teve
me ajudem
----------

olha a melhor coisa a se fazer é procurar um medico o mais rapido possivel...
bjos  (+ info)

Aneurisma cerebral, Alzheimer, os sintomas remetem a qual quadro clínico?


Uma pessoa que já teve aneurisma cerebral, realizou a operação e depois de aproximadamente 3 anos realiza uma outra operação, dessa vez na vesícula, sendo bem sucedida, porem, esta no período de recuperação e tem passado mal ocasionalmente, mas os sintomas não são conexos a operação na vesícula e sim referente aos sintomas apresentados antes e depois da primeira operação(aneurisma).

Sintomas: lapsos momentâneos de memória, como conseqüência repete a mesma pergunta seguidamente após a sua explicação, a língua enrola as vezes quando fala e a fala parece um pouco comprometida.
Isso ocorreu 2 vezes em um período de 12h, sendo a primeira vez mais prolongada e a segunda apenas alguns segundos.


Ps: A pessoa tem 78 anos de idade
----------

Colega, ele tem que ser avaliado por um médico!
Se tratando de idoso tem que ser cuidadoso! (como dizem os meus professores / médicos por aqui).

Idoso com o que você contou pode ser desde infecção até degeneração senil (é a chamada demência do velho). Ou pode ser Alzheimer, como você falou, ou um AVE (derrame).

Eu não estou dizendo que é isso ou aquilo, estou dizendo que idoso é um ser complexo: pode estar fazendo infecção grave e não fazer febre! Pode ter um derrame e não dar sintomas de paralisia no corpo!, e manifestar só com problemas na fala! Pode ter um problema novo ou um problema que voltou, pode ser várias coisas.

O ideal é procurar um médico porque esses sintomas que você citou não são específicos de uma doença X. Desculpe não poder ajudar.

Abraços.  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'Aneurisma da Aorta Torácica'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.