FAQ - Síndromes de Imunodeficiência
(Powered by Yahoo! Answers)

elevada taxa de linfócitos?


Um organismo que apresenta as seguintes taxas:

-------------------- [resultado]-----[unidade].....[valores de referencia total/MM3]
eosinófilos: 00 0/mm3 50-400
basófilos 00 0/mm3 0-100
linfócitos 48 3648/mm3 1000-3000
monócitos 07 532/mm3 100-800
obs: neutropenia relativa
linfocitose relativa e absoluta
não foram observadas granulações toxicas nos neutrofilos e nem atipías linfocitarias

Alguem poderia me explicar essa observação
alta taxa de linfocitos num organismo poderia estar relacionada a alguma doença imunodeficiencia tanto adquirida ou não?

obrigado
----------

linfocitos são celulas que combatem infeccões, pode ter relação, mas não se alarme.. faça o teste de hiv no CTA anónimamente ou pede ao medico uma ordem de exame para dsts, um hemograma somente vai te confundir.

abraços.  (+ info)

qual os riscos da imunoterapia com gamaglobulina em crianças com iminodeficiencias congenitas?


imunodeficiencia primária, deficiencia em produção de anticorpos contra antígenos polissacarideos
----------

VOCE PODE MORRER NO TRATAMENTO.  (+ info)

(hiv) Por Gentileza, alguém ENTENDIDO no assunto pode responder?


ELISA para detecção do Antígeno p24
O antígeno P24 é uma proteína de 24 Kilodaltons do nucleocapsídeo do vírus da imunodeficiência humana tipo I (HIV-1), reconhecido como agente da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA - AIDS). Esta infecção apresenta basicamente três fases:


A) Fase aguda: após a exposição inicial, ocorre a replicação do vírus nas células mononucleares da membrana mucosa e linfonodos locais, atingindo posteriormente a corrente sanguínea. Por isso, o antígeno P24 é o primeiro marcador sorológico a ser detectado. Neste período, os testes comumentes utilizados para o diagnóstico da infecção pelo HIV, que detectam apenas anticorpos contra proteínas virais, ELISA e Western blot , ainda não se positivaram. É a fase chamada "JANELA IMUNOLÓGlCA" e dura em média 3 semanas a 3 meses. Cerca de 5O% dos pacientes apresentam uma infecção semelhante a mononucleose.


B) Fase assintomática: enquanto os anticorpos para o vírus vão aumentando, os antígenos virais declinam ou desaparecem. Esta fase pode durar anos.


C) Fase da doença clinicamente aparente: é quando o antígeno P24 reaparece e isso usualmente coincide com a perda do anticorpo anti-P24. É a época em que se inicia o aparecimento de sintomas constitucionais e infecções oportunistas (SI DA/AIDS).

A MINHA PERGUNTA É A SEGUINTE:
Na letra B) "acima" que fala sobre a Fase assintomática: enquanto os anticorpos para o vírus vão aumentando, os antígenos virais declinam ou desaparecem. Esta fase pode durar anos.

NESTE PERÍODO os anticorpos para o vírus vão aumentando, os antígenos virais declinam ou desaparecem.

ISTO SIGNIFICA QUE NESTA FASE "assintomática" UM EXAME PODE DAR "FALSO NEGATIVO"?

Sdas, JOVENILDO S
----------

Pergunta Inteligente

Vamos esclarecer algumas coisas

O ELISA é um teste para a detecção da infecção pelo vírus HIV, mas como ele é feito? tentarei explicar com palavras simples para que vc entenda.

Toda partícula estranho (neste caso o vírus do HIV) ao entrar em contato com seu sistema imune, faz com que ele produza células de defesa. Existem dois tipos básicos de células de defesa (que são os soldados do nosso organismo). Os Linfócitos T (T que vem de Timo dependente, pois necessitam de um órgão chamado Timo para atingir sua maturação) e os Linfócitos B (B de Bursa de Fabrícius, pois descobriram estas células nesta estrutura de aves).

Bem. Os Linfócitos B ao entrarem em contato com uma "partícula estranha" (vírus, bactéria) se diferenciam em Plasmócitos (o plasmócito nada mais é que um Linfócito B sensibilizado por uma partícula estranha).

Os plasmócitos iram produzir Anticorpos (que também são chamados de Imunoglobulinas). É uma substância que irá impedir a propagação desta partícula no organismo.

O ELISA é um teste que identifica exatamente estes ANTICORPOS produzidos por Plasmócitos em resposta à infecção pelo HIV, são anticorpos produzidos por pedaços do vírus (no caso chamados de antígenos).

O ELISA é um teste muito sensível e é o primeiro teste feito (por ser barato)
Mas podemos ter alguns casos FALSO POSITIVOS. o que seria isso?
Seria a produção de um ANTICORPO parecido com aquele contra o vírus do HIV (mas que foi produzido por estímulo de outra partícula, um vírus diferente ou até mesmo uma bactéria, chamamos isso de reação cruzada)

Quando se tem um ELISA positivo confirmamos o diagnóstico com um exame mais especifico, no caso do infecção pelo HIV utiliza-se o WEST- BLOT, ele dará certeza do diagnóstico, por analisa anticorpos bem específicos e próprios do vírus do HIV

Agora vamos explicar o que seria FALSO NEGATIVO e FALSO POSITIVO

FALSO POSITIVO: é o exame positivo no ELISA, mas que ao fazer o WEST-BLOT será negativo. Este indivíduo não tem a doença

FALSO NEGATIVO: é o exame negativo em uma técnica de laboratório, mas que ao se fazer um exame mais específico será positivo. Este indivíduo possue a doença.

O ELISA é um exame com alta SENSIBILIDADE, o que é isto, não deixa passar nenhum caso positivo de HIV como negativo, mas como inconveniente aparecem os FALSOS POSITIVOS (que serão submetidos ao WEST-BLOT)

O WEST-BLOT é um exame com alta ESPECIFICIDADE (é específico para o HIV neste caso), e todos os exames que foram positivos no ELISA e positivos no WEST-BLOT confirmam a doença.

Agora nem precisa responder sua pergunta.
Na fase "Assintomática" os anticorpos para o vírus vão aumentando e os antígenos virais declinam ou desaparecem.

O que o exame procura? Anticorpo ou Antígeno?

ANTICORPO
Conclusão: Seu organismo está cheio de Articorpos e a probabilidade de um FALSO NEGATIVO é impossível
Procure um Infectologista
ele irá te explicar melhor

espero ter ajudado
Paz e Bem  (+ info)

1  2  3  

Deixa uma mensagem sobre 'Síndromes de Imunodeficiência'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.