FAQ - complexos ventriculares prematuros
(Powered by Yahoo! Answers)

OLÁ GOSTARIA DE ENTENDER MEU ELETRO?


SEPTO
MOVIMENTO:NORMAL
ESPESSURA:1,3CM
AUMENTO MODERADO

VENTRÍCULO ESQUERDO PAREDE
MOVIMENTO:NORMAL
ESPESSURA:1,3CM
AUMENTO MODERADO

CAVIDADE
TAMANHO:4,7CM
NORMAL
FE:0,85
EP:46POR CENTO

RELAÇÃO SEPTO/1,0 NORMAL FUNÇAO:NORMAL

VALVAS ATRIO VENTRICULARES; MITRAL:NORMAL TRICUSPIDE NORMAL
VALVAS SIGMOIDEAS;AORTICA:NORMAL PULMONAR:NORMAL
AORTA;3,4 CM NORMAL
ATRIO ESQUERDO;3,5 CM NORMAL
VENTRICULO DIREITO;1,5 CM NORMAL
ATRIO DIREITO ;NORMAL
PERICARDIO; NORMAL
FABIANO RODRIGO DOS SANTOS 33 ANOS 128K 180 ALTURA
----------

normal manow... menos pelo seu peso...  (+ info)

Alguem usa ou já usou Amplictil, VENLIFT OD?


O medico receitou e diz que é comum ter taquicardia no começo. Ainda nao tomei, pq to lendo a bula e diz o seguinte: Assim como com outros neurolépticos, foram relatados casos raros de prolongamento do intervalo QT com a clorpromazina(AMPLICTIL)
Podem potencializar o prolongamento do intervalo QT, o que aumenta o risto de ataques de arritmias ventriculares graves , que é potencialmente fatal. Po favor ainda nao usei esse medicamento , que ele passou junto com VENLIFT OD.
SEM ZOEIRA GENTE: É SERIO!

PS; Como tenho depressao, to ficando preocupada.

quero saber se arritmia é igual taquicardia.
Obrigada pela atenção
Afinal o que é INTERVALO QT???
----------

Olha. eu tenho experiência em tomar tudo quanto é tipo de remédio psiquiátrico e nãopsiquiátrico, gozo de perfeita saúde e posso lhes dizer o seguinte:

NÃO LEIAM BULAS DE REMÉDIOS.
Isso só serve para atemorizar e confundir os leigos.

Se fôssemos ler bulas de todos os remédios não psiquiátricos que tomamos não iríamos ter coragem de tomar nenhum deles.  (+ info)

tquicardia nao sustentada?


a minha mãe fez um holter e foi constatado
taquicardia atrial paroxistica não sutentada
e mil e quinhentos episodios de arritmia ventriculares
isso e grave ? e que ela so vai passar no cardiologista no final do mês
e estou preocupada . obrigada
----------

A taquicardia atrial paroxística não sustentada é um tipo de arritmia benigna, sem grandes chances de eventos fatais.
Já a quantidade de arritmia ventricular, depende de quantos batimentos no total tua mãe teve nas 24h do exame. Por exemplo, se ela tem 150.000 batimentos no dia e 1500 extrassístoles ventriculares, significa que ela teve 1% de arritmia, o que é considerado baixo, sem grandes riscos. A verdade é que todos nós temos falhas nos nossos batimentos durante o dia, apenas em pequena quantidade e que faz parte de estar vivo. Apenas quando a quantidade de extrassístoles for maior que 10% é preciso se preocupar. Como vc não postou o laudo inteiro, com a quantidade de batimentos totais, nem se as extrassistoles ventriculares são pareadas, em salvas, monomórficas ou polimórficas, etc, etc, etc.. e nem quantos batimentos atriais fizeram parte da taquicardia paroxística, não dá pra saber o grau de gravidade.
Seria preciso tb saber qual a idade da tua mãe, se ela já está usando algum tipo de tratamento (para qualquer coisa), e o porque foi solicitado o exame.
Apenas o médico dela, que já conhece a paciente e já examinou é que pode dizer qual a gravidade para vc. Em geral é benigna e se trata com medicação. Se vc quiser postar uma nova pergunta com todos os detalhes que te falei, posso responder novamente para vc ficar mais despreocupada, certo?  (+ info)

para CLAUDINA H me responda?


em primeiro lugar agradeço por sua atenção
bom a minha mãe tem 50 anos e a 10 anos ela fez uma doação de sangue e foi descoberto que ela tem doença de chagas a partir dai ela começou a fazer exames anualmente e os médicos diziam que que a chagas estava apenas no sangue. mas a semana passada ela fez um holter e vou tentar lhe passar o resultado .No. total de QRSs 76882
ectopicos ventriculares 1.930(3%)
ectopicos supraventriculares 91(1%)
arritmia ventriculares 1.504 isoladas
263 episodios em pares
arritmia supraventriculares 68 isoladas 1 taquicardia
e isso não sei se consegui explicar direito
obrigada mais uma vez pela sua atenção.
----------

Seguinte
em primeiro lugar, obrigada pela confiança
em segundo lugar, a doença de chagas crônica tem uma história natural de evolução mais ou menos assim:
1. contato com o bicho barbeiro que "passa" a doença
2. aparece sorologia positiva ou seja, tem "chagas no sangue"
3. passa-se muitos anos para aparecer as primeiras alterações no eletrocardiograma, como os bloqueios de ramo direito + hemibloqueio anterior esquerdo, mas ainda não tem comprometimento do funcionamento do coração
4. passa-se mais uns anos e aparecem as arritmias e nesta fase pode já ter comprometimento do coração
5. passa-se mais um tempo e aparece o comprometimento do funcionamento do coração e nesta fase pode ser preciso uso de medicação até implante de marcapasso, etc..

Isso para a doença cardíaca. Mas a doença chagas pode atingir tb intestinos e esôfago, ou só o coração, ou os dois aparelhos (digestório e circulatório), ou não atacar nenhum dos dois e a pessoa morrer de velha de outra causa qualquer.

Bom, voltando no assunto da tua mãe.
Ela já apresenta um pouco de arritmia, nada muito grave pelo resultado que vc postou do holter dela. Provavelmente o médico cardiologista dela vai prescrever uma medicação para o controle desta arritmia. Achei a quantidade total de QRS baixa. Ou tinha interferência no exame e foi difícil do médico analisar todos os QRS, ou a frequencia cardíaca da tua mãe tá baixa, abaixo de 60 batimentos por minuto. Mas para analisar bem isso, o cardio vai juntar todos os resultados de todos os exames para escolher o melhor tratamento para ela.

Mas esta arritmia que ela tá apresentando no holter não é um bixo de sete cabeças, não. Fique mais tranquilo.  (+ info)

CLAUDINA H me responda por favor?


bom dia D.claudina ,outro dia fiz uma pergunta sobre arritmia ventriculares e a senhora me pediu mais detalhes
bom eu tenho um tio e a 3 meses ele ficou internado e no prontuário medico a causa foi TVS ,SINDROME CORONARIANA AGUDA, ele fez um cateterismo e ele tem HVE DISCRETA ele fez também um eco e um holter no eco a conclusão e disfunção diastolica do ventriculo esquerdo de grau leve ,hipertrofia concêntrica discreta do VE
alteração de relaxamento e no holter a conclusão e
arritmia extra-sistolica ventricular rara,taquicardia supreventricular nao sustentada,arritimias ventriculares ,o problema e que o meu tio quer se mudar para o interior da bahia um lugar bem afastado da cidade o meu pai nao acha uma boa ideia por que se ele precisar de socorro medico teria que esperar muito tempo para ser atendido gostaria de uma opiniao sua pelo o que lhe passei o problema dele e grave?
detalhe ele tem 47 anos e toma os seguintes remedios ,ass,sinvastatina,atenalol,diltiazem, e ancoron,
agradeço muito pela sua atençao
----------

Pelo que vc postou aconteceu o seguinte:
há 3 meses teu tio teve um quadro que o médico ACHOU que era por causa de "veia entupida", daí colocou no prontuário SÍNDROME CORONARIANA AGUDA. Daí ele pediu um cateterismo para confirmar a síndrome, mas não tinha nenhuma "veia entupida" como ele achou que teria. Apareceu apenas hipertrofia ventricular esquerda discreta (HVE), que significa que o músculo cardíaco está mais "grosso" do que normalmente seria (deve ser por causa de hipertensão arterial que é a causa mais comum). Como deu HVE no cateterismo, o médico pediu um ecocardio para ver o tamanho do problema e confirmou que tem uma hipertrofia discreta mesmo (HVE) igual tinha dado no cateterismo, com alteração do relaxamento (que é a mesma coisa que disfunção diastólica) que acontece por causa da própria hipertrofia. Daí no holter apareceu uma arritmia benigna, que está sendo tratada com o ancoron, atenolol e diltiazem. O AAS é para manter a circulação boa e a sinvastatina é para não deixar os níveis de colesterol subirem.
O problema não está grave no momento (se bem que na tua pergunta falta dados) e se ele tomar a medicação direitinho vai viver bem. Detalhe: se fosse meu paciente, eu passava um enalapril também.

O que dá pra tirar de conclusão é que teu tio deve ser hipertenso há um bom tempo, não fazia tratamento direito ou nem fazia, daí o coração dele ficou com a musculatura mais "grossa" por causa da pressão alta de tanto tempo, teve um mal estar, foi para o hospital. Os médicos acharam que era "veia entupida", fizeram um cate, mas não acharam nenhuma obstrução, apenas a alteração da musculatura. Depois fizeram um eco para confirmar e confirmaram e um holter que mostrou uma arritmia benigna que tá sendo tratada. Tudo nos conformes, na minha opinião (só tá faltando o enalapril).

Se teu tio está assintomático (não tá sentindo nada atualmente) e ele é um cara que toma a medicação direitinho, pode morar onde quiser e ir no cardio para revisões semestrais, ou se ele sentir alguma coisa diferente. Mas se ele é do tipo que não toma a medicação direito, come um monte de sal, toma umazinha de vez em quando, então é melhor ficar mais perto de vcs mesmo, assim vc puxa a orelha dele e faz ele se tratar direitinho.

Boa sorte com ele e desencana que o tratamento tá show.  (+ info)

Doppler resultado é mau????


oi,
boa noite mais uma vez.
hoje fui buscar o resultados do dppler e o relatório diz:
assintomatica durante o período de registo
sistoles prematuras supraventriculares pouco frequentes e isoladas
sistoles prematuras ventriculares raras e isoladas
alterações inespecificas da reepolarização ventricular
podem-me ajudar??'

muito obrigado
vera
----------

Certamente, não é o resultado de um exame de Döppler, mesmo que fosse um Döppler cardíaco (ecocardiograma com Döppler).  (+ info)

Cavidades assimétricas?


Bons dias a todos,

Fiz uma tomografia computorizada ha pouco tempo e acusou algo de estranho: "assimetria das cavidades ventriculares supratentoriais, de maiores dimensões no lado direito, sem evidência de natureza parenquimatosa e provavelmente de causa natural". Fiquei um pouco intrigado. Pelos vistos nasci com isto, tenho quase 40 anos e só agora descobri. A minha pergunta: é normal essas tais cavidades serem assimétricas? O meu cérebro será anormal, quando compararado com o das outras pessoas? Se realmente isto fôr uma anormalidade, que consequências costuma ter na inteligência e/ou saúde mental da pessoa? Que handicaps posso ter neste momento ou me esperam no futuro? Peço desculpa se a questão for ridícula, mas gosto de saber tudo o que se passa no meu corpo.

Obrigado pela paciência,

Daniel
----------

O diagnóstico é benigno.
Ninguém é totalmente simétrico.
Desencuque.  (+ info)

ARRITMIAS E EXTRA-SISTOLES!!!!!! ajuda!!!?


Mesmo tomando o ancoron de 200, tenho sentido frequen temente palpitações e extra-sistoles, as vezes elas são bem fortes que me assustam, outras vezes so sinto um trmor na garganta e já sei que são elas, pois quando fiz o ultimo holte, relatei esses soquinhos na garganta até achava que fosse problema de tireóide, mas fiz o exame e graças a Deus deu tudo normal, enfim quando sinto esses soquinhos ou trmores na garganta sei que são elas pois toda vez que sentia e relatava no holte era justamente uma extr-sistole que aparecia, ou ventriculares ou supra ventriculares. Bem tenho muito medo delas, elas podem me matra, sinto tanto medo quando elas dão muito forte parece que o coração vai parar, poxa será que nunca vai acabar, o meu medico disse que m esmo tomando o remédio eu ainda irei sentir de vez em quando isso, mas sinto todos os dias e isso esta afetando minha vida social e profissional temo pela minha saude, meu emprego e tenho muito medo de morrer, tenho 24 anos e a um ano isso começou, será que nunca vai passar??? Alguém senti isso??????? Por favor me ajudem !!!
Desde já agradeço as respostas!!!!!!
----------

Olá Jac

Sei que os sintomas que vc relatou são realmente chatos, mas se se Holter está dentro do aceitável não há motivos para se preocupar.
Os sintomas próximo a garganta é porque a artéria aorta faz uma volta e passa ao redor desta região e então gera esses sintomas. Se vão acabar não posso lhe responder pois não sei a causa de sua arritmia, mas quanto a esses sintomas fique tranquila, OK?
Abraço  (+ info)

Extrassístoles..tenho medo delas!!!!?


Fiz uma pergunta esses dias, mas volto com o mesmo assusto...estou sentindo essas malditas de 10 dias pra cá, pois elas tinham desaparecido há meses. Bom, acontece que há um tempo atrás eu fiz todos os exames cardiológicos e os resultados foram satisfatórios. A MAPA deu PA normal, o teste ergométrico tb normal, o eco dentro da normalidade e holter pegou apenas 2 extrassítoles ventriculares. Acontece que tenho síndrome do pãnico e sou extremamente ansiosa. Então eu pergunto: tem a ver? Pq fico meses sem sentir e do nada elas voltam? Minha cardio já disse que é benigno, já tomei até propranolol...mas ainda sim fico insegura...alguém pode me ajudar????
----------

Olá Carla

Pela sua descrição certamente sua extrassístoles são benignas e estão realmente ligadas a ansiedade. Apenas procure reduzir café, chocolate, ter uma boa noite de sono e principalmente relaxar e não se preocupar! Ok

Abço  (+ info)

Por favor, ME AJUDEM..?


Taquicardia sinusal, bradicardia sinusal, arritmia sinusal, uma extra-sístole atrial, extra-sístoles ventriculares frequentes em alguns momentos da gravação, ausência de alteração evolutivas significativas da repolização ventricular que permitissem o diagnóstico de isquemia miocárdica à eletrocardiograma dinâmica....
O que significa??? Só tenho médico no dia 14-07... estou desesperada... o q faço???
----------

eu tenho bradicardia que não é grave . sao os batimentos do coração que sao mais lentos que o normal (o meu bate e 56 batimentos por minuto). Tá dizendo que nao tem perigo de evoluir gravemente para uma esquemia (o qual o teu médico supôs que tivesse). nao fique desesperada senao vc vai elevar sua pressao por causa do estresse e vai acabar dando outra impressão para o médico. Eu sei que eh dificil pedir isso, mas fique calma. nao eh nada sério que nao tenha tratamento. To te falando eu tenho esses negocios aí.. beijocas pra vc.  (+ info)

1  2  3  4  

Deixa uma mensagem sobre 'complexos ventriculares prematuros'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.