FAQ - demência
(Powered by Yahoo! Answers)

Gostaria de saber mais sobre a Síndrome de Demência cerebrovascular degenerativa, quais os sintomas e efeitos?


Meu marido tem essa doença e está fazendo um tratamento a base de zyprexa zydis e eranz, mas a sensação que tenho é que o efeito da dosagem demora muito pouco, após três a quatro dias de uso ele começa com novas crises de alteração de humor acompanhadas com delírios.
Por favor me ajude a entender tudo isso!
Muito obrigada!!
Mary.
----------

Que idade ele tem? Pq essa é uma doença que geralmente só ocorre após os 50 anos.
Tem um link abaixo de um site legal. O sinônimo reduzido de Síndrome de Demência cerebrovascular degenerativa é Demência Vascular.
Boa sorte!!!  (+ info)

Qual a fronteira entre a sanidade e a demência?


Existe realmente essa fronteira imaginária entre uma coisa e outra?
Estou pondo esta pergunta em questão por não terem, até o presente momente, me repondido tal questão. Já tentei fazer algumas pesquisas mas não me deram respostas, espero que alguém possa me indica um livro bom de psicologia. Você sabem aonde posso encontrar tal livro? Aguardo repostas.
----------

Olá!
Sua pergunta pode ser respondida por sí só.
O que é sanidade?
É ter controle de suas faculdades mentais.
O que é demência?
É a deterioração do cerebro e por conseguinte de todas as funções de pensamento que ele possui.
Demência não é Psicose.
A fronteira está no fato de que as características cognitivas vão falhando até parar de funcionar definitivamente.
Um abraço!  (+ info)

Alguém sabe como lidar com está Doença chamada de Demência mista?


Autor: Engelhardt, Eliasz.  (+ info)

Existe algum artigo, trabalho, estudo em que mostra que a demência é uma doença NÃO vascular?


Estou estudando sobre demências (principalmente Alzheimer) e procuro trabalhos que expliquem que a demência NÃO seja vinculada um problema vascular.
Gostaria de saber sobre trabalhos atuais onde expõem o problema da demência em idosos, portadores de HAS (Hipertensão Arterial Sistêmica), DM (Diabetes Mellitus) e portadores de doenças renais.
Alguém tem esta informação?
Tális, sim. Atualmente acreditamos que as demências são vasculares. Porém mais recentemente exitem descobertas que as demências podem ser originadas de problemas de moléculas neuronais e não por problemas vasculares.
O que quero são artigos que concordem comigo. Estou com uma dificuldade ABSURDA para conseguir isto. Você consegue alguém que possa me ajudar?
----------

Nossa, que eu saiba há demências vasculares e não-vasculares. Você quer um artigo que comprove que nenhuma demência é vascular?  (+ info)

A demência senil pode ser responsável pela impossibilidade de locomoção, ou deambulação?


Sim. A impossibilidade de locomoção é resultado de fatores psicologicos, mas a fisiologia dos tecidos do aparelho locomotor continuam dentro dos padroes de normalidade para a idade do idoso.

E dificil diferenciar se a dificuldade de locomoção é resultado da demencia senil ou de uma depresão profunda que um dos sintomas da demencia. Muitas vezes o idoso está em um estado depressivo profundo que não consegue nem mesmo se alimentar, falar, andar, se movimentar, os movimentos ficam letargicos e tendem a causar intenso sofrimento do cuidador do idoso.

Para isso é importante realizar o tratamento da demencia o mais cedo possivel com medicamentos antidemenciais e quiando necessario antipsicoticos e antidepressivos.

Enfim, a dificuldade de locomoção pode ser derivada de pensamentos cognitivos desfuncionais. Na melhor idade, a capacidade cognitiva do idoso naturalmente se encontra reduzida. Nos casos de demencia, a cognição está muto prejudicada.

Boa sorte e até a proxima....  (+ info)

PODERÁ A DEFICIÊNCIA DE OXGÊNIO LEVAR A UMA DEMÊNCIA ?


Na minha esposa após um enfarte agudo do meocardio criou-se um problema no seu cérebro.
Seria por falta de oxigenação no cérebrto?
----------

Olha, a falta de oxigenio no cerebro pode sim causar problemas mentais, medicos me disseram isso, mas isso não quer dizer que é uma regra, todo mundo que passar por esse problema vai ter isso, eu, sou um exemplo disso, eu, ao nascer, fiquei sem oxigenio por um certo tempo, nada ocorreu ao meu cerebro (não que eu saiba. rsrs). só fiquei com um pequeno problema no olho esquerdo, mas nada grave.

Boa Sorte  (+ info)

O inesgotável volume de estulticies que o Lulla produz decorre da sua demência?


Mesmo que o palavrório produzido por Lulla evidencie bem sua ignorância e sua inaptidão para o trato da coisa pública, a bondade com que seus interlocutores reagem, me lev a concluir que há mais coisas que simples ignorância arrogante.

Se elle fosse considerado uma pessoa sadia, evidentemente levaria o troco, pois, a exemplo do que fez o rei da Espanha, alguns mandariam-no calar-se. Observem que Juan Carlos considerou Chavez apenas inoportuno, não um demente.

Por que, então, Lulla conquistou o direito de produzir tamanho volume de asnices, sem ser admostado por ninguém?

Só uma doença poderia causar tamanha complacência. E, observando bem, abstraindo sua falta de caráter, sua ignorância arrogante, sua burrice ativa, nota-se que sua fala corresponde a de pessoas dementes.

Algum colega tem conhecimento de que elle esteja sendo tratado? Apreciarei sua contribuição.
Sucker, entendo que tua excelente análise se aplica ao povo miúdo em geral e aos intelectualmente mal formados no particular. Mas o que dizer ante o silêncio de líderes internacionais, ou mesmo de médicos de renome na psiquiatria? O silêncio deles confirma a sanidade do Lulla, ou calam por não ver utilidade na difusão da verdade?
Ô Celito, não pretendi causar tanta comoção em você com minhas poucas linhas, pois busco apenas opiniões médicas sobre a saúde mental do presidente.
De qualquer forma, mesmo com suas ameaças, mesmo com a má interpretação do texto, agradeço teres te dedicado a minha conta, que me consideres um amigo e, mais, me consideres inteligente e culto. Bondade sua. Que bom ter fãs. A lástima é que eu o desconhecia, mas agora, lendo seu portentoso currículo, vou observá-lo melhor. Grande abraço.
----------

Não chega a ser um demente, mas uma mente confusa e deturpada por uma salada ideológica de esquerda que não encontra possibilidade de análise crítica por sua mente, já que ele não possui informação ou preparo intelectual para relativizar ou contextualizar as teorias prontas que recebe dos seus gurus. Por exemplo, para encontrar falhas no marxismo, precisaria conhecer um pouco mais de história, ciência, cultura e principalmente, ter honestidade intelectual (coisa inexistente no pensamento de esquerda). O Lula simplesmente recebe o prato feito, diz amém e engole tudo o que lhe dizem.

O fato de dizer tanta bobagens sem ser contestado é algo muito complexo. Precisaria de um ensaio de sociologia para isso.
Mas argumentando rapidamente (para os bons entendedores), seria o seguinte:
Resulta em primeiro lugar de uma utopia relacionada à luta de classes no Brasil. Lula seria o legítimo representante do povo, a última esperança de redenção, a nos libertar da exploração capitalista e da elite (pelo passado, pela barba, pelo jeito simplório com o qual o povo se identifica). As pessoas não têm estrutura psicológica para desacreditarem dessa antiga esperança de libertação (o mensalão seguido de reeleição provou isso).
Essa teoria da luta de classes pressupõe uma indolência e desonestidade intelectual suficientes para tornar o marxismo uma explicação última e suficiente para a miséria nacional (o que de fato ocorre no Brasil _ temos sérias limitações cognitivas _ esse traço nacional está perfeitamente estampado em "O alienista" de M.Assis), pois o povo encontra nesse tipo de explicação (na luta de classes) um lugar cômodo para não precisar lutar contra a própria miséria (acreditando que são vítimas, e não responsáveis diretos por ela).

Em segundo lugar, essa atitude resulta de uma submissão ao poder e ao consenso. Uma postura covarde e oportunista que muitas pessoas adotam para se darem bem: que é não questionar nunca quem detém o poder ou o lado que está ganhando, para não serem prejudicadas. A esperteza e o jeitinho brasileiro, reforçam essa hipótese.

Por fim, existe uma característica do povo brasileiro que Sérgio Buarque de Holanda (em Raízes do Brasil) definiu como cordialidade. Não significa que o brasileiro é cordial (no sentido comum). Cordial é relativo à coração. Significa que o Brasileiro é mais coração do que razão, ou seja, hostilizamos pessoas que demonstram qualidades como profissionalismo, isenção, impessoalidade ou racionalidade, pois nessas atitudes o intelecto suprime o "coração". O Brasileiro interpreta isso como frieza e indiferença. Daí a reprovação total de FHC (mesmo tendo realizado reformas importantes) e a popularidade de Lula (mesmo tendo demonstrado tanta sujeira, desonestidade e estar envolvido em corrupção). O Lula é coração (superficialmente falando) e FHC é razão.  (+ info)

Gostaria que alguém me respondesse o que é demência com corpos de lewis e quais os sintomas?Obrigada.?


Minha mãe tem 82 anos,há 10 sofre de sindrome parkinsoniana, não é mal de parkinsom, é resultante de um medicamento que ela tomou por muitos anos para labirintite.Hoje ela apresenta um quadro de inquietação, depressão,e muita confusão mental.Passa o dia mexendo em tudo e tirado tudo do lugar.O médicos vivem trocando de remédio e estão agora diagnosticando como uma demência.Os remedios são trocados, sinto as vezes que ela é uma cobaia.Ela toma quetiapina 100mg, e passou agora a tomar remédio para a pressão. Toma também cloridrato de paroxetina de 30mg e 1 comprimido de carbidopa -levodopa por dia.Todos ficamos perdidos pois ela não para um minuto e não nos deixa fazer nada.As vezes chora.Acorda a noite toda tremendo e chamando mãe.Aliás ela chama mãe o dia todo.Come bem, não tem diabetes e nem problemas cardíacos.Se alguem tiver algo a dizer que possa nos ajudar agradeçemos muito.

obrigada.
Magna
----------

Magna desde já o meu voto de força pelo problema da sua Mãe.
Não sei bem por onde começar... Bem acho que devias fazer uma pesquisa exaustiva na net sobre os medicamentos que ela toma, efeitos secundários, etc...
Não sei até que ponto ela tem a síndrome parkinsoniana avançada...mas se não fôr muito é de ter em conta a redução ou suspensão da carbidopa.
A demencia dela pode vir de uma trombose ou ser sintoma de alzheimer... Investiga no google , lê os folhetos dos medicamentos... vai a outros médicos , etc...
Uma Mãe mereçe que demos o nosso melhor por ela.
Mas infelizmente não sou médico Magna e sei que muitos o são sem terem vocação ou sentimento de ajuda ao próximo. Por isso Magna faz o que puderes por ela.
Algo pode estar a intóxica-la , alguma interacção medicamentosa etc.. Saliento também que no caso da paroxetina ela leva algum tempo a fazer efeito na depressão 3 a 4 semanas.
Só posso falar de produtos naturais , Lecitina de soja e omega3 são muito bons para o cerebro , aumentam a capacidade de concentração e a longo prazo talvez ajudem.
As vitaminas do complexo B estão muito ligadas ao sistema nervoso central SNC , investiga sobre isso ...
Faz análises ao sangue , vê se ela tem anemia , há anemias em que n se perde peso , existe uma anemia em que o corpo n consegue absorver B12 e dá problemas neurológicos. Investiga bastante Magna. Por último Magna se se confirmar que realmente não se consegue fazer nenhum milagre resta o consolo de teres dado o teu melhor.
Dá-lhe bastante carinho mesmo quando ela não o peça ou tenha comportamentos repulsivos para com voçês...
Grande Abraço e muita Força  (+ info)

o que é demência e como a familia deve tratar o demente.?


COLOQUE NO YBUSCA:Demencia o que é e como tratar,
tem muito lá sobre isso.eis uma "pequena" amostra




.Demências
Incluído em 08/05/2005


A Demência não é apenas um tipo de doença, ela é considerada uma síndrome, ou seja, é um grupo de sinais físicos e sintomas que a pessoa apresenta, estando presente em várias doenças diferentes. Assim, como uma síndrome a demência apresenta três características principais:

· Prejuízo da memória. Os problemas de memória podem ser desde um simples esquecimento leve até um prejuízo severo a ponto de não se recordar da própria identidade.
· Problemas de comportamento. Normalmente se caracteriza por agitação, insônia, choro fácil, comportamentos inadequados, perda da inibição social normal, alterações de personalidade
· Perda das habilidades. São as habilidades adquiridas durante a vida, tais como, organizar os compromissos, dirigir, vestir a roupa, cuidar da vida financeira, cozinhar, etc.

Os sintomas mais comuns que aparecem nas demências são:
1- déficit de memória
2- dificuldades de executar tarefas domésticas
3- problema com o vocabulário
4- desorientação no tempo e espaço
5- incapacidade de julgar situações
6- problemas com o raciocínio abstrato
7- colocar objetos em lugares equivocados
8- alterações de humor de comportamento
9- alterações de personalidade
10- perda da iniciativa - passividade

Os sintomas iniciais de demência variam, mas a perda de memória em curto prazo costuma ser a característica principal ou única a ser trazida à atenção do médico na primeira consulta. Ainda assim, nem todos os problemas cognitivos nos idosos são devidos à demência. Perguntas cuidadosas aos pacientes e aos familiares podem ajudar a determinar a natureza do comprometimento cognitivo e a estreitar o diagnóstico.

Existem muitas doenças ou alterações orgânicas capazes de levar a um quadro demencial. Muitas dessas causas relacionadas à demência são reversíveis, principalmente o uso prolongado de alguns medicamentos, como por exemplo, drogas usadas para hipertensão arterial, diuréticos, alguns hipnóticos. A depressão também pode esta associada à demência (veja em Depressão no Idoso). Muitas vezes, diferenciar a demência da depressão é uma tarefa difícil e que apresenta muitos obstáculos. Outras doenças relacionadas com a demência são: doenças vasculares do sistema nervoso central - SNC, doenças infecciosas, hipotireoidismo, deficiência de vitamina B12, sífilis e HIV no SNC, doenças degenerativas do SNC, etc.

O número de pessoas afetadas por demência vem crescendo significativamente com o envelhecimento da população mundial e estima-se que em 2025 o número de pessoas demenciadas no mundo seja de 34 milhões (hoje existem cerca de 18 milhões de pessoas com Demência). O aumento na incidência da Demência será maior nos países em desenvolvimento, onde a população atual de pessoas com demência (11 milhões hoje) chegará a 24 milhões em 2025 ( Alzheimer s Disease International. 1999).

A Demência se caracteriza pelo desenvolvimento de múltiplos déficits psico-mentais (cognitivos), incluindo comprometimento da memória, devido aos efeitos fisiológicos de uma condição médica sobre o Sistema Nervoso Central. Essa condição médica pode ser, por exemplo, devida aos efeitos persistentes de uma substância sobre o cérebro, uma doença vascular, uma doença de Alzheimer, etc.

Juntamente com o comprometimento da memória, para o diagnóstico de Demência deve ser somado um comprometimento de pelo menos mais uma função cognitiva, como por exemplo, a afasia, apraxia, agnosia e perturbação do funcionamento executivo. Esse prejuízo das funções mentais devem levar a um comprometimento social e/ou ocupacional, portanto, resumindo, a demência é uma síndrome de declínio cognitivo, geralmente progressiva, que apresenta uma variedade de causas (DSM.IV - 1994).

Tipos de Demência
Uma das maneiras de se classificar as Demências é quanto à sua causa. De acordo com Galton, as freqüências relativas das causas de demência diferem dependendo da idade mas, de qualquer forma, a Doença de Alzheimer é a causa mais comum tanto no grupo com idade menor que 65 anos, quanto no grupo etário mais velho (Galton 1999). A causa genética das demências, como por exemplo, a doença de Alzheimer, juntamente com outras causas mais raras, é mais freqüente no grupo etário mais jovem. Veremos abaixo os principais tipos de demência.

Tabela. 1 - Freqüência dos tipos de demência*


- de 65 anos + de 65 anos

Doença de Alzheimer
34%
55%

Demência Vascular
18%
20%

Demência Fronto-Temporal
12%
-------

Demência corpos de Lewy
7%
20%

Outros
29%
5%

* Henry Brodaty (2004)




1. - Doença de Alzheimer
A Doença de Alzheimer (DA) é o tipo mais comum de demência. As pessoas com algum tipo de prejuízo cognitivo representam 5-10% da população com 65 anos ou mais, e entre esses, mais de 50% dos casos são devidos à Doença de Alzheimer (Jellinger 1990).

Por conta de  (+ info)

Diferença entre ESCLEROSE,Doença de ALZHEIMER,e Demência Senil?Para uma dessas enfermidades há tratamento?


Há séria confusão entre as 3 doenças,alguém saberá doferenciá-las,e informar tratamentos,ou são casos perdidos?
----------

olá xavier.

quando se trata de ser humano,nem um é caso perdido.

estas tres doenças ou sindrome estão interligados, os tratamentos são feito a base de medicamentos,e fisioterrapia avançada e indroterrapia.

saiba de ante mão que a pessoa com esta doença,TEM CONHECIMENTO,DOR E EMOÇÃO,do que acontece em seu redor,por isto cuidado com o que se diz ao paciente.
a nescessidade de muito amor e determinação,carinho e amor para cuidar de pessoas assim.

melhoras,

suely  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'demência'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.