FAQ - ecolalia
(Powered by Yahoo! Answers)

Meu filho retornou a ecolalia?


Meu filho é um autista leve, ele teve uma grande melhora no desenvolvimento, com a ajuda de profissionais trabalhando o estimulo nele, mas ultimamente percebemos que a ecolalia voltou, este fato é sinônimo do inicio de um retrocesso generalizado, ou existe a possibilidade de ser apenas neste item?
----------

Este é o ponto crucial no autismo e o mais fácil de gerar falsas interpretações. Significa a dificuldade em relacionar-se com os outros, a incapacidade de compartilhar sentimentos, gostos e emoções e a dificuldade na discriminação entre diferentes pessoas. Talvez não seja retrocesso e sim uma dificuldade que ele está tendo. O mais importante é vc ver isso com o médico dele, que saberá avaliar o contexto com seriedade.  (+ info)

Como uma pessoa com Sindrome de Tourrete deve superar os preconceitos?


A Síndrome de Tourette (ST) é um distúrbio neurológico ou "neuro-químico" que se caracteriza por tiques - movimentos abruptos, rápidos e involuntários - ou por vocalizações que ocorrem repetidamente com o mesmo padrão.

Seus sintomas incluem:

Tiques motores múltiplos e pelo menos um tique vocálico precisam estar presentes por algum tempo durante a doença porém não necessariamente de forma simultânea;
A periodicidade dos tiques é muitas vezes ao dia (geralmente em salvas), quase todo dia ou intermitentemente ao longo de pelo menos um ano;
Há uma variação periódica no número, na freqüência, no tipo e localização dos tiques; também a intensidade dos sintomas tem um caráter flutuante. Os sintomas podem chegar até a desaparecer por semanas ou alguns meses;
Início antes dos 18 anos de idade

O termo "involuntátios", usado para descrever os tiques da ST, é fonte de alguma controvérsia, pois que se sabe que a maioria dos portadores consegue um limitado controle sobre seus sintomas. Porém se sabe que este limitado controle, que se consegue exercer durante alguns segundos ou até horas, se faz às custas de um adiamento que resulta por fim em uma salva muito intensa dos tiques que estavam sendo inibidos. Os tiques são vivenciados como algo irresistível (como por exemplo a necessidade de espirrar) e que precisa por fim se manifestar. As pessoas com ST muitas vezes procuram um local escondido para dar vazão a seus tiques após tê-los inibido a duras penas na escola ou no trabalho. É típico dos tiques serem exacerbados (porém não causados) por estresse e diminuirem com o relaxamento ou com a concentração em uma tarefa aprazível. Os indivíduos lutam não só contra a doença em si mesma, mas também contra o estigma social de que são vítimas.

Há duas categorias de tiques na ST, e eis alguns exemplos:

Simples:
Motores - piscar os olhos, repuxar a cabeça, encolher ombros, fazer caretas, tensão abdominal ou de outras partes do corpo.
Vocais - pigarrear, grunhir, estalar a língua, fungar e outros ruídos.
Complexos:
Motores - pular, tocar as pessoas ou coisas, cheirar e retorcer-se
Vocais - palavras ou frases fora do contexto; ecolalia (repetição de um som, palavra ou frase); coprolalia (dizer palavras de baixo calão, insultos, obscenidades)

Os tiques são vivenciados como algo irresistível que precisa se manifestar.
As pessoas com ST, muitas vezes, procuram um lugar escondido para dar vazão aos seus tiques após a inibição dos mesmos a duras penas.
Os indivíduos lutam não só contra a doença em si mesma, mas também contra o estigma social de que são vítimas

Fonte:

ASTOC

Eu descobri que tinha esta sinrome, mas as pessoas principalmente meus irmãos me encara com muito preconceito, o que eu devo fazer?
----------

Muitos problemas psicológicos foram e são caracterizados como doenças neurológicas, bioquímicas ou simplesmente físicas.
Nem todas eram....
A dislexia, por exemplo, era algo incurável, como a esquizofrenia e outras tantas que não conseguiam lidar, por não estarem lidando com a psique, mas com os efeitos no corpo.
O que posso dizer é que conheço casos em que se livraram estes problemas, incluindo duas pessoas com ST (uma delas juiz de direito de instância superior), com Terapia moderna de saúde mental e sem uso de remédios.
Então, o que dizer disto?  (+ info)

Lesão motora, será que precisa ajuda?


Meu filho teve anóxia no parto e como sequela ele tem uma lesão motora leve. Ele é quase normal, frequenta escola normal, aos 3 anos criou nos dedinhos um sistema de contagem decimal, aprendeu a ler e escrever sozinho aos 5 anos de idade, rabiscava todas as minhas paredes escrevendo nomes de música em inglês e italiano antes dos 6 anos de idade. Ele tem muita inteligência cognitiva, aos 9 anos sabe usar o computador, entra no orkut, conversa no msn, joga video game, etc... No entanto, ele tem manias, como repetir o que disse várias vêzes em tom mais baixo (ecolalia). Também não interage muito bem com outras crianças e não suporta barulho. ele grita muito quando se irrita e não gosta de estudar, embora aprenda tudo direitinho. Muitas vezes a gente tem que falar alguma coisa com ele várias vezes para sentir que ele ouviu, outras vezes ele de longe percebe o que se está falando sobre ele, às vezes tenho que chamar várias vezes até que ele responda. A minha pergunta é, agora aos 9 anos de idade será que ele precisa de acompanhamento psico-pedagógico? Ou será que os jogos como o play2 e os de computador são suficientes para estimulá-lo? Pois cada vez mais ele parece uma criança normal, porém imatura para sua idade.
----------

nao sou especialista nem nada, mas ao meu ver, só o fato de vc sentir duvida se é necessario ou nao ja te responde..
Se vc acha que PODE ser necessario, nao espere mais, leve-o ao psicologo, ele pode nao ajudar muito (mas com certeza mais que o video-game) mas nao fara mal algum...
msm criancas "normais" devem passar por um psicologo e esse tipo de acompanhamento é muito bom, no caso do seu filho pode ser ainda melhor.
Se esses pequenos problemas realmente sao manias, o psicologo pode ajuda-lo a supera-las e ele será uma crianca "normal"

(odeio a expressao "normal".. mas usei pq vc a colocou ai)  (+ info)


Deixa uma mensagem sobre 'ecolalia'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.