FAQ - esquizofrenia paranoide
(Powered by Yahoo! Answers)

É nescessario interditar uma pessoa que sofre de esquizofrenia paranoide para se aposentar?


é nescessario interditar uma pessoa que sofre de esquizofrenia paranoide para poder se aposentar
por invalidez ou não é todos os casos porque nem sempre o inss aposenta mesmo que esta pessoa esteja interditada pelo que eu saiba depende muito da profissão desta pessoa um exemplo
um motorista proficional que sofra de esquizofrenia paranoide já mais pode conduzir um veiculo
eu acho que não é todos os casos ou não?
----------

Olá Peter,
Não é imprescindível a interdição, mas é um processo que pode cooperar para a aposentadoria, uma vez que doenças mentais de causa duradoura e cronificante atrapalham o desempenho civil.
Concordo com você quando refere que nem todos os interdiatado são aposentados, já que é uma realidade que acontece. Acho que no caso de seu irmão a interdição pode ajudar. Converse com o psiquiatra que o trata e peça para fazer os laudos solicitando "aposentadoria com curatela"
Abraços  (+ info)

Quem sofre de esquizofrenia paranoide sabe tudo que acontece com ele quando medicado corretamente?


ola bom dia a minha duvida e o seguinte a pessoa que sofre de esquizofrenia paranoide quando fora
das crises tem consiencia das coisas que acontece ao seu lado éla cosegui entender as coisas ou
não vamos supor ele sabe que e doente ou não o éla vive no mundo da lua se ela tomar os remedios
corretamente ela pode ter uma vida normal conversar com as pessoas normalmente ou tem uma certa
dificuldade por que eu vi uma pessoa com esta doença e ela conversava normalmente nem parecia
estar doente eu fiquei surpreso a pessoa que tem esta doença so fica ruim quando esta em surto
ou fica ouvindo vozes falando sozinho vendo vutos e achando que estão querendo envenenar a sua
comida e com mania de que é persseguição de politicos e fala que é deputado federal alguem pode
me esclarecer estas duvidas ?
copiei pergunta de uma pessoal
----------

A esquizofrenia paranoide é a mais facil da cura de que outras esquizofrenias, um familiar teve e ficou curado com a seguintes forma
tomou antidepressivo e um antipsicotico
fez a terapia cognitiva comportamental com psicologo
e frequentou uma igreja evangelica
a pessoas as vezes entra e surto e nao sabe que acontece outros sabem que esta acontecendo mais na imaginaçao dela ela acredita que é verdade por exemplo, estam querendo envenenar, ver vultos e vozes ela conversa e fala que esta acontecendo, outros nao perde o contato com a realidade, isso quanto nao toma a medicaçao. Quando toma remedico antipsicotico a pessoa sabe o que faz fica normalizada pois seu cerebro produz a quimica serotonina.  (+ info)

Como convencer um paciente de 24 anos, portador de esquizofrenia paranóide, a aderir ao tratamento?


Meu filho tem 24 anos. Há 5 anos atrás, após um surto e 90 dias de internamento em hospital psiquiátrico teve o diagnóstico de esquizofrenia paranóide refratária. Nos 2 anos subsequentes, com o tratamento disciplinado (Leponex), ficou bem, com os sintomas negativos e positivos sob controle, tinha uma vida absolutamente normal.
O Leponex foi o único antipsicótico que trouxe resultados satisfatórios.
Mas, em virtude dos efeitos colaterais do antipsicótico (sonolência, ganho de peso e interferência na libido), passou a diminuir a dose até que finalmente parou, contrariando a recomendação médica.
Surtou novamente e está internado há 30 dias, sendo medicado contra a sua vontade, e só está tomando os remédios para poder sair do hospital.
Ele não acredita que tem esquizofrenia.
Como convence-lo da necessidade de tomar o antipsicótico?
----------

Ainda bem que o Leponex "pegou".
Que tal trocar umas idéias com o psiquiatra dele e prescrever algo que aumente a libido, dá energia(sem surtar) e tire os efeitos adversos do antipsicótico ?
Isso tem como.
Talvez um ou dois medicamentos extras, ele manterá o Leponex por conta própria pois terá uma vida mais equilibrada.
Fazê-lo aceitar a esquizofrenia é esforço em vão.Alguns esquizofrênicos não seguem tratamento, ainda mais sendo refratária.
Melhor seria reforçar positivamente(elogios, apoio) naquilo que ele faz de bom.  (+ info)

Aposentadoria de uma pessoa que sofre de esquizofrenia paranóide?


Eu tenho uma pessoa na minha família que sofre de esquizofrenia paranóide, buscamos um advogado e ele entrou com um processo de aposentadoria e ela esta interditada, fez algumas perícias medicas e em uma e foi negada, o advogado recorreu e hoje quando olhamos o processo dela tinha assim:

BAIXA DEFINITIVA
JUNTADA DE DOCUMENTO MANDADO / AVERBAÇÃO EFETUADA
MANDADO DEVOLVIDO CUMPRIDO COM FINALIDADE ATINGIDA

O que isso pode significar? Será que ela vai se aposentar?
----------

Todo Segurado do INSS tem direito à 'Auxílio Doença' e também à 'Aposentadoria' simples ou por Invalidez Permanente.

No entanto, a decisão precisa passar pela Perícia do INSS, se recusado poderia entrar com o pedido de Perícia Judicial.

Não creio ter sido correto entrar com pedido de aposentadoria, sem base na Perícia Judicial.
É possível que tudo isto tenha sido feito, o histórico disto você não relata, nem mesmo é possível saber que 'mandado' foi solicitado, portanto, como saber qual a finalidade que foi atingida?
Tudo bem, terá que falar com seu Advogado, bastaria ligar a ele e teriam a resposta.

No entanto, se não foi feita ainda uma PERÍCIAL JUDICIAL o Advogado deveria solicitar.
Quem 'interditou' o segurado e por quê?
Se foi um Juiz, sendo curatela ou não, qual o motivo da justificação dele para a interdição?

Existe uma NORMA que leva direto à Aposentadoria na Saúde Mental e não depende da doença ou do CID, mas da 'Condição Laborativa'.
Precisaria de um LAUDO do Profissional que está atendendo o Segurado, afirmando que seu paciente está SEM CONDIÇÕES LABORATIVAS PERMANENTES, e isto significaria "Alienação Mental".

VEJA ISTO:
Só existe uma condição nas NORMAS do INSS para a Aposentadoria sem depender da opinião do PERITO (que pode decidir como desejar, até sem esta condição, mas será facilitado a ele se um LAUDO for feito conforme as NORMAS)


Na Saúde Mental a condição INCAPACITANTE (INSS) é apenas para ALIENAÇÃO MENTAL e não depende de CID ou quantidade deles.

Deveria constar no LAUDO:
‘PACIENTE SEM CONDIÇÕES LABORATIVAS PERMANENTES’ (este tipo evitaria a curatela – indicação de curador via judicial) ou simplesmente COM a curatela: “PACIENTE COM ALIENAÇÃO MENTAL”

DOENÇAS GERAIS CONSIDERADAS INCAPACITANTES
São denominadas doenças especificadas em lei e que motivam a aposentadoria por invalidez, com proventos integrais: (incapacitantes)

a) tuberculose ativa;
b) hanseniase;
c) ALIENAÇÃO MENTAL;
d) neoplasia maligna;
e) esclerose múltipla;
f) cegueira posterior ao ingresso no serviço público;
g) paralisia irreversível e incapacitante;
h) cardiopatia grave;
i) doença de Parkinson;
j) espondiloartrose anquilosante;
k) nefropatia grave;
l) estados avançados do mal de Paget (osteíte deformante);
m) AIDS;
n) outras que a lei indicar, com base nas Normas do INSS.


Em uma Perícia Judicial o Advogado deveria perguntar ao Perito:
- O sr. Perito pode PROVAR que o segurado não tem Alienação Mental e que tenha condições ao trabalho?
- Não, ele não poderia provar, não existe provas científicas pela medicina de uma doença mental, só diagnóstico clínico por comparativo de caso!
(Tire uma cópia disto e mostre ao Advogado).  (+ info)

QUEM NUNCA FEZ TRATAMENTO DE ESQUIZOFRENIA PARANOIDE PODE SE APOSENTAR?


TENHO ESQUIZOFRENIA PARANOIDE...MAS EU NUNCA FIZ TRATAMENTO NNHUM E JA ESTOU NO MAIS AVANÇADO..POSSO ME APOSENTAR?
----------

Pode. Mas os peritos do INSS não estão aposentando nem pessoas que qualquer um vê que são realmente inválidas, e, pelo jeito, você consegue trabalhar ainda, né? Algum psiquiatra vai ter que atestar que você realmente não pode trabalhar, mesmo com tratamento, o que, segundo você mesmo, você nunca fez, e, mesmo assim, se os peritos notarem que você ainda está lúcido, como parece estar, já que fez essa pergunta aqui, indeferirão o pedido. Boa sorte.  (+ info)

Um esquizofrênico pode ter crises de hipomania e mudanças de humor ou são sintomas apenas de bipolaridade?


Sou diagnosticado a anos de esquizofrenia paranoide, mas vários médicos já me relataram que eu tinha também transtorno de humor e hipomania, mas a grande maioria e o médico atual dizem que sou esquizofrênico do tipo paranoide.
Um esquizofrênico pode ter hipomania e mudanças de humor?
----------

Em 2002 eu fui diagnosticado com Esquizofrenia Paranoide. Alem da Esquizofrenia eu tinha crises de ansiedade, crises de angustia, depressao fortissima, sindrome no pacino, fobia social...
é um diagnostico muito dificil de fazer...ha casos que ja foram confundidos...o bipolar com esquizofrenico. Mas um bom medico sabe diferenciar depois de algumas consultas...nao é um diagnostico que se faz em uma consulta...é construindo com as vezes que voce vai.
Eu mudava completamente de humor por qualquer coisa...
Se eu estava feliz com minha namorada e ela nao tomava a iniciativa de pegar na minha mao, na mesma hora eu transformava...pensava que ela nao queria me assumir, ficava triste, pra baixo, a felicidade sumia na hora.
E tambem eu era refem das minhas emoçoes...as vezes acordava bem, e do nada, eu ficava melancolico, triste, sem motivo...é como se minhas emoçoes colocasse uma arma na minha cabeça e dissesse "ta rindo porque? Fica triste agora"...so que com o tempo aprendi a fazer o contrario...comecei a treinar para que minhas emoçoes fossem refens da minha vontade. Entao quando eu fico triste eu falo "posso ter motivos pra ficar triste, porem, tenho motivos ainda maiores para estar feliz...o simples fato de existir, de respirar ja é divertido"...
E outra coisa perigosa é colocar tudo a culpa na doença...isso nos faz ficar acomodados e aceitar tudo...e assim a gente nunca cresce, fica improdutivo, e a vida para.
O segredo é o seguinte...eu tenho Esquizofrenia Paranoide, entao farei o meu melhor diante esse problema.
Agora, usar a doença como fulga, nao da certo...voce fica refem da doença e das emoçoes...e é dificil levar uma vida saudavel assim.
Eu varias vezes usava a doença para justificar as coisas que eu nao queria fazer. Eu julgava incapaz de fazer algo sem ao menos ter tentado..Para mim era muito comodo.
Porem, comecei a ficar velho...e pedi a Jesus ajuda...eu queria levar uma vida produtiva...
Entao cheguei para minha medica e disse "eu tenho esse problema, é um fato, mas darei o meu melhor superando a cada dia minhas limitaçoes."
Eu esperava que Jesus me curasse numa especie de magica...e eu tinha fe que Jesus ia me curar e eu ia acordar no dia seguinte "normal"...porem, a minha cura foi progressiva, foi sofrida, tive que pagar um preço....eu pedia forças para a Deus e ia vencendo minhas limitaçoes diariamente...
Eu tentava fazer o meu melhor dentro do quadro que eu me encontrava...era sofrido demais...as vezes dava vontade de correr e voltar para minha zona de conforto novamente...mas hoje te falo, é muito mais dificil levar uma vida de doente, do que levar uma vida normal....entao faça seu tratamento, mas abandone esse rotulo de doente, e faça aquilo que é necessario fazer para que voce possa realizar seus objetivos...nao sofra por ser esquizofrenico, mas canalize sua energia para produzir, para a prosperidade...
O ex-namorado de uma amiga minha tem o mesmo problema e trabalha na Air France e é muito bem sucedido.
Tambem, quando eu tratava com um psicologo, ele falou que ele tinha paciente com o mesmo problema fazendo doutorado...
A cura nao precisa ser um milagre, mas é voce aceitar sua condiçao e fazer o melhor que voce puder com a ajuda de Deus e vencer...é mais dificil, porem, quanto mais dificil é a luta, maior é a gloria de vencer.
Abraçao!
Fica com Deus!  (+ info)

Quais os sintomas de esquizofrenia paranóide e quais os sintomas de co-dependência emocional?


Tenho esquizofrenia paranóide e co-dependência emocional com minha mãe. Embora tenha esses dois problemas graves tenho uma inteligência preservada. Não afetou meu QI que é quase acima da média segundo testes que fiz em sites.
Essa co-dependência não foi causada por drogas, mas sim devido a meus problemas psicológicos.
A resposta mais completa, da pergunta acima, ganhará 10 pontos. Não colocarei em votação, não se preocupem.
A minha opinião sobre a dianética é que é baseada numa religião que se mesclou com a psicanálise, criada por um autor de ficção científica que não conseguia ganhar dinheiro com seus livros então criou uma religião e virou miolionário.
Pode ser que na terapia dinética tenham sido criado novidades que poderiam acrescentar alguma evolução na psicologia e psicanálise moderna, mas dizer que não se deve usar medicação pra tratar doenças graves e que Freud estava completamente errado é um absurdo!

Sigma, obrigado pelos seus conselhos! Vou estudar terapia cognitiva comportamental.
----------

Sintomas de Esquizofrenia:
Geralmente, os sintomas da esquizofrenia se desenvolvem lentamente durante meses ou anos. Às vezes, podem ocorrer vários sintomas, e outras vezes, podem ocorrer somente alguns.
As pessoas com qualquer tipo de esquizofrenia podem ter dificuldade de manter suas amizades e de trabalhar. Elas também podem apresentar problemas relacionados a ansiedade, depressão e pensamentos ou comportamentos suicidas.
Inicialmente, você pode apresentar os seguintes sintomas:
Sensação de tensão ou irritabilidade
Dificuldade para dormir
Dificuldade de concentração
Com o desenvolvimento da doença, problemas com pensamentos, emoções e comportamento se desenvolvem, incluindo:
Nenhuma emoção (apatia)
Crenças ou pensamentos falsos que não têm base na realidade (ilusões)
Ver ou ouvir coisas que não existem (alucinações)
Dificuldade de prestar atenção
Pensamentos que "pulam" entre assuntos que não estão relacionados (pensamento desordenado)
Comportamentos bizarros
Isolamento social
Os sintomas podem variar dependendo do tipo de esquizofrenia.
Os sintomas de esquizofrenia paranóide podem incluir:
Ansiedade
Fúria ou propensão a brigas
Falsa crença de que pessoas estão tentando fazer mal a eles ou a seus entes queridos.
Os sintomas de esquizofrenia desorganizada podem incluir:
Dificuldade para raciocinar e expressar suas idéias claramente
Comportamento infantil
Demonstração de pouca emoção
Os sintomas de esquizofrenia catatônica podem incluir:
Falta de atividade
Postura e músculos podem estar rígidos
Caretas ou outras expressões faciais estranhas
Não responder muito a outras pessoas
Os sintomas de esquizofrenia não diferenciada podem incluir sintomas de mais de um tipo de esquizofrenia.
As pessoas com esquizofrenia residual apresentam alguns sintomas, mas não tanto quanto as pessoas que estão em um episódio completo de esquizofrenia.
Co-dependencia emocional:
A Co-dependência é uma condição específica que se caracteriza por uma preocupação e uma dependência excessivas (emocional, social e a vezes física), de uma pessoa em relação à outra, reconhecidamente problemática. Depender tanto assim de outra pessoa se converte em uma condição patológica que caracteriza o co-dependente, comprometendo suas relações com as demais pessoas. Em pouco tempo o co-dependente começa a achar que ninguém apóia a pessoa problema (como ele), que ambos são incompreendidos, ele e a pessoa problemática, ambos não recebem o apoio merecido, etc.
A Co-dependência se caracteriza por uma série de sintomas e atitudes mais ou menos teatrais, e cheias de Mecanismos de Defesa, tais como:
1. - Dificuldade para estabelecer e manter relações íntimas sadias e normais, sem que grude muito ou dependa muito do outro
2. - Congelamento emocional. Mesmo diante dos absurdos cometidos pela pessoa problemática o co-dependente mantém-se com a serenidade própria dos mártires.
3. - Perfeccionismo. Da boca para fora, ou seja, ele professa um perfeccionismo que, na realidade ele queria que a pessoa problemática tivesse.
4. - Necessidade obsessiva de controlar a conduta de outros. Palpites, recomendações, preocupações, gentilezas quase exageradas fazem com que o co-dependente esteja sempre super solícito com quase todos (assim ele justificaria que sua solicitude não é apenas com a pessoa problemática).
5. - Condutas pseudo-compulsivas. Se o co-dependente paga as dívidas da pessoa problemática ele “nunca sabe bem porque fez isso”, diz que não consegue se controlar.
6. – Sentir-se responsável pelas condutas de outros. Na realidade ele se sente mesmo responsável pela conduta da pessoa problemática, mas para que isso não motive críticas, ele aparenta ser responsável também pela conduta dos outros.
7. - Profundos sentimentos de incapacidade. Nunca tudo aquilo que fez ou está fazendo pela pessoa problemática parece ser satisfatório.
8. – Constante sentimento de vergonha, como se a conduta extremamente inadequada da pessoa problemática fosse, de fato, sua.
9. – Baixa auto-estima.
10. - Dependência da aprovação externa, até por uma questão da própria auto-estima.
11. - Dores de cabeça e das costas crônicas que aparecem como somatização da ansiedade.
12. - Gastrite e diarréia crônicas, como envolvimento psicossomático da angústia e conflito.
13. - Depressão. Resultado final  (+ info)

Se a aposentadoria é irreversivel e sem chance de cura porque o inss chama os aposentados para fazer pericia?


de 2 em 2 anos? sou aposentado por invalidez,tenho esquizofrenia paranóide será que vão manter meu beneficio?tomo varios tipo de medicamento.melhor resposta 10 pts.
----------

eles chamam de 2 em 2 anos para saber se o beneficiário ainda tá vivo, pq como o INSS é deficitário nas contas(a previdência social tem déficit de bilhões todo ano) e tem muita fraude em pagamentos em benefícios(sempre a polícia federal tá prendendo quadrilhas que fraudam aposentadorias e isso dá mais prejuízo ao governo) eles querem confirmar sua presença lá para manter o benefício.
mas fique tranquilo pq se é direito seu, será respeitado.  (+ info)

Como faser para que o medico de um laudo de alienação mental?


ola .E considerado alienado mental quem e portador de esquizofrenia paranoide cid-F20,0 ou não como fasço para pedir para o medico este lau
do. em quais situaçõe o medico da este laudo o paciente tem que ser inter
ditado ou não precisa meu pai esta afastado a dois anos e um mes tem-
emprego de risco trabalha como motorista escolar sua (CNH)foi aprendida
pelo detran apos pericia medica solicitada pelo (INSS)diz o psiquiatra do-
meu pai que o tratamento e longo e que as vezes não tem cura e sim o -
controle da doença este cid-F20,0 e alienação mental oque e alienação mental?
----------

A única doença mental prevista nas normas do INSS para aposentadoria por invalidez é de fato 'Alienação Mental'.

Se um psiquiatra não sabe o que é um 'Alienado Mental', eu até não estranharia, pois da mente, de fato não é a área de conhecimento destes profissionais e ponto. Da saúde do corpo sim, mas da mente apenas usam fármacos e nada resolvem...

Se um psiquiatra não consegue controlar uma doença mental, mesmo que não cure, o seu cliente ficará 'alienado', então ele que faça um Laudo atestando isto, ora...
É até muito fácil saber por que os psiquiátras não gostam ou não atestam isto, mas daí seria um debate técnico profissional e muitos não se interessam por isto, pois saberão que pouco ou nada entendem mesmo de saúde mental.
Se é preciso coragem para escrever isto, com certeza isto não me falta. E se algum profissional desejar debater isto, fique à vontade, meu avatar está aberto sempre!

Busque no dicionário o significado para 'Alienado', e depois leve ao psiquiatra, quem sabe ele se convença de que seu cliente de fato está alienado mentalmente... Esquizofrenia e Psicoses são casos em que a Psiquiatria pode considerar alienação, quando não conseguem controle farmacológico. E isto é o que dará aposentadoria, nenhum outro caso é tão claro nas normas do INSS.  (+ info)

já esta na Justiça Federal Emplica no Beneficio auxilio doença ou não?


Eu entrei na justiça federal para poder pedir aposentadoria por invalidez para meu irmão por esquizofrenia paranoide F20,0 já afastado há 30meses ou 2 anos e seis meses ele fez a pericia neste
mês de fevereiro e lhe foi concedido mais seis meses mas os trinta meses já esta neste (6)meses
a minha duvida è se pode ser cancelado este beneficio que foi concedido novamente?
----------

Peter,
Todo benefício está sujeito a cancelamento.
Contudo, pelo pouco que você relatou, parece muito improvável que isto aconteça neste caso.
Procure se informar diretamente junto ao INSS sobre este processo. De qualquer forma, o fator principal para a concessão da aposentadoria é a avaliação da perícia médica do INSS e, neste caso, talvez da perícia médica da justiça.

Procure se informar junto aos órgãos competentes, ok?

Espero ter contribuído  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'esquizofrenia paranoide'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.