FAQ - estenose da valva aórtica
(Powered by Yahoo! Answers)

Estenose aórtica grave tem cura por métodos não invasivos?


Apenas um exame chamado cateterismo pode diagnosticar, mas acredito que infelizmente não, talvez seja necessário a colocação de um Stent, para abrir o local que sofreu a lesão, mas, não se desespere é um procedimento simples, rápido e é feito com o paciente acordado pois o mesmo deverá ajudar na intervenção, é a chamada Angioplastia, que pode ser feita com a colocação do Stent ou não.  (+ info)

A minha valva/válvula aórtica e bicúspide, quais as chances de eu ter endocardite infecciosa?


O medico me disse que minha valva/válvula aórtica e bicúspide e para eu tomar cuidado ao ir ao dentista, fazer cirurgias, etc... que eu devo tomar antibioticos antes de depois.... Existe mais algum profilaxia/prevenção para meu problema???

Abraços!
----------

Sim, ao submeter-se a qualquer procedimento cirúrgico ou odontológico você deve fazer antibioticoterapia profilática, que pode ser até com a amoxacilina 2g via oral 1 hora antes do procedimento, ou clindamicina ou cefalexina ou azitromicina ou claritomicina também 1h antes em alérgicos à penicilina, para eliminar as bacteriemia transitória que ocorre com qualquer procedimento invasivo, e impedir que as bactérias se assestem na válvula, que tem algum grau de disfunção por ser bicúspide. Em casos de procedimentos genito-urinários ou gastrintestinais faz-se ampicilina e gentamicina associadas 30 minutos antes do procedimento, seguido de amoxacilina ou ampicilina 6h após; em alérgicos à penicilina lança-se mão da vancomicina associada à gentamicina 30 minutos à 1 hora antes. Antes de qualquer intervenção cirúrgica, odontológica ou exame invasivo, o profissional responsável deverá ser comunicado sobre a patologia e ele orientará a profilaxia medicamentosa.  (+ info)

A hemorragia é da estenose aórtica ou do aparelho digestivo?


Paciente de 86 anos (meu pai) com estenose aórtica grave, esperando curar-se de hemorragia de causa desconhecida para fazer o procedimento.
Faz uso de cloriprodel (Plavix de 75 mg e AAS prevent).
Desde julho passado, já tomou 16 bolsas de sangue, e 5 internações. Fez 4 exames de endoscopia e videocolonoscopia, não tendo resultado favorável à essa hemorragia. Os exames dão negativos.
A única maneira que percebo (depois que ele volta do hospital com hematócrito estável) é quando as fezes saem bem escuras e o mesmo perde o apetite.
Diante disso, ando sempre com um pedido de hemograma completo, e quando a "melena" ocorre, levo-a a fazewr o exame e o hematócrito vem sempre abaixo de 25%, o que já fez ele ter duas síncopes (desmaios) atribuídos à estenose aórtica grave, porém, eu questiono, uma vez que da estenose aótica, até antes de ter hemorragia, só sentia angina (dor no peito).
Um gastro, me aconselhou a fazer um exame por "cápsula endoscópica". A mesma custa 600 dólares, o médico que analisará o exame é dois mil e quinhentos reais, e 500,00, caso ele vá ao hospital levar a cápsula.
Meu pai saiu do hospital recentemente, e ainda não fez "melena", daí a minha dúvida, seria se a cápsula daria resultando sem ele estar sangrando. O exame é caro, e eu penso que só dá o resultado se ele estiver perdendo sangue no momento, e ele perde de forma intermitente (quando está em casa, perde, quando vai para o hospital e transfundido, não perde).
Estamos com estgrss e meu pai sofrendo muito com internações não conclusivas quanto ao seu problema, e o procedimento da válvula, só é realizado pelo dr Grube, médico alemão que o faz de forma percutânea a troca valvar.
Já fez 6 casos no Albert Einsten e três ou mais no intituo do coração do Rio Grande do Sul, onde estão os exames de meu pai.
Qual seria a minha conduta, de agora em diante diante dese quadro?
De que forma ele pode estar perdendo sangue, sem que seja pelo estomago e intestinos, uma vez que os exames deram 4 vezes negativo?

Muito Obrigado e abraços a todos.

[email protected]
----------

Bem é um caso bem complicado mas melena e sinal de hemorragia do trato gastro intestinal, ele tem alguma fistula?  (+ info)

Dupla lesão aórtica Calcificada tipo Estenose severa é Cardiopatia Grave prevista na isenção do I.de Renda?


Resultado de cateterismo
----------

Estude o link, acho que vai te ajudar. Abraços.  (+ info)

Febre reumática, Valva Mitral e Aórtica....?


Aguém sabe me dizer por que ocorre mais lesões nas valvas mitral e aórtica na febre reumatica?? Existe alguma causa anatomica ou fisiologica para o fato???
----------

A febre reumática é uma anomalia do braço curto do cromossomo 9 do ser humano, que ao entrar em contato com uma bactéria (estreptococcus beta hemolítico do grupo A de Lancefield) gera anticorpos anômalos...

Quanto temos uma infecção por esse tipo de bactéria (a mais habitual é a de garganta) o organismo sofre um processo inflamatório local que força o organismo a reagir contra o "agressor" (bactéria), criando anticorpos contra a mesma para inutilizá-la. O problema é que a pessoa que é portadora da doença Febre Reumática tem uma anomalia justamente na região do cromossomo que cria anticorpos contra a referida bactéria, de forma que os anticorpos gerados são anticorpos que atacam não somente a bactéria, mas também outras partes do nosso corpo, como cérebro, tecido cutâneo, articulações... e o já referido por você... coração.

Ele pode gerar diversas alterações cardíacas, desde um procedimento degenerativo leve de válvulas, até mesmo pericardite ou miocardite (processo inflamatório do tecido que recobre todo o coração ou até mesmo um processo inflamatório to próprio coração em si) e causar problemas muito mais sérios que o das valvas, mas isso tudo depende do grau do problema genético que o paciente tem (grau da febre reumática).

No caso das valvas aórtica e mitral... As duas são geralmente mais agredidas por serem duas valvas que recebem uma pressão sanguínea maior que as valvas do lado direito do coração (sangue venoso e de baixa pressão) de maneira que as do lado esquerdo são valvas que recebem um depósito maior desses anticorpos em seu tecido (pela pressão sangüínea local), por isso geralmente são mais acometidas.

O negócio é que, se o paciente é portador de tal anomalia... tem que se tratar com antibióticos que fiquem com uma concentração sangüínea suficiente para ao se entrar em contato com a tal bactéria... fazer com que ela nem chegue a ter temo de ocasionar um processo infeccioso no organismo... Ela tem que morrer antes de causar tal problema, já que se causar o processo inflamatório, então isso gerará uma reação de defesa, e a defesa é anormal, atacando a bactéria e o organismo...

Tem pessoas que tem o problema bastante leve, mas fica sendo agredido por tantos anos que acaba acontecendo o problema mais sério ao longo do tempo, e tem outras pessoas que tem um grau de agressividade tão grande dos anticorpos que em uma única crise pode até falecer.

Não é um doença de brincadeira não... É séria mesmo.  (+ info)

doutor minhas plaquetas estao baixas 167.000 pode ser infecçao dentaria?tenho estenose na valva mitral,?


o que fazer para que nao caia mais ainda as plaquetas. o que pode acontecer.obrigada
ht 4.480.000/ mcv 89 / hg 13/ mch30/ htc 40%/ plaquetas 167.000 / global de leucocitos 5.900/ bastonetes 02/ seg 52/ eosin 03/ monoc.01 linf 42/ pcr + Muito obrigada..
----------

Olá,
Segundo os dados de hemograma que você apresentou, não há nenhuma anormalidade. O valores normais de plaqueta são entre 150.000 e 400.000. Portanto, as suas estão dentro da normalidade. Risco de hemorragias espontâneas somente se elas tivesse abaixo de 10.000.
Algumas infecções principalmente virais podem cursar com queda das plaquetas (plaquetopenia), o que não deve ser o seu caso. Porém, se você apresentar alguma sinall ou sintoma clinicos, procure um médico para maiores esclarecimentos.
Bjokas  (+ info)

Estenose aórtica grave e hemorragia.?


Paciente de 86 anos (meu pai) com estenose aórtica grave, esperando curar-se de hemorragia de causa desconhecida para fazer o procedimento.
Faz uso de cloriprodel (Plavix de 75 mg e AAS prevent).
Desde julho passado, já tomou 16 bolsas de sangue, e 5 internações. Fez 4 exames de endoscopia e videocolonoscopia, não tendo resultado favorável à essa hemorragia. Os exames dão negativos.
A única maneira que percebo (depois que ele volta do hospital com hematócrito estável) é quando as fezes saem bem escuras e o mesmo perde o apetite.
Diante disso, ando sempre com um pedido de hemograma completo, e quando a "melena" ocorre, levo-a a fazewr o exame e o hematócrito vem sempre abaixo de 25%, o que já fez ele ter duas síncopes (desmaios) atribuídos à estenose aórtica grave, porém, eu questiono, uma vez que da estenose aótica, até antes de ter hemorragia, só sentia angina (dor no peito).
Um gastro, me aconselhou a fazer um exame por "cápsula endoscópica". A mesma custa 600 dólares, o médico que analisará o exame é dois mil e quinhentos reais, e 500,00, caso ele vá ao hospital levar a cápsula.
Meu pai saiu do hospital recentemente, e ainda não fez "melena", daí a minha dúvida, seria se a cápsula daria resultando sem ele estar sangrando. O exame é caro, e eu penso que só dá o resultado se ele estiver perdendo sangue no momento, e ele perde de forma intermitente (quando está em casa, perde, quando vai para o hospital e transfundido, não perde).
Estamos com estgrss e meu pai sofrendo muito com internações não conclusivas quanto ao seu problema, e o procedimento da válvula, só é realizado pelo dr Grube, médico alemão que o faz de forma percutânea a troca valvar.
Já fez 6 casos no Albert Einsten e três ou mais no intituo do coração do Rio Grande do Sul, onde estão os exames de meu pai.
Qual seria a minha conduta, de agora em diante diante dese quadro?
De que forma ele pode estar perdendo sangue, sem que seja pelo estomago e intestinos, uma vez que os exames deram 4 vezes negativo?

Muito Obrigado e abraços a todos.

[email protected]
----------

Olá!!!


A Síndrome de Horner é caracterizada pela interrupção do nervo oculossimpático entre sua origem no hipotálamo e o olho. Claude Bernard primeiro notou a condição experimentalmente em 1852, e o oftalmologista suíço Johann Friedrich Horner descreveu-a em 1869. Pela participação dos dois médicos na descrição da clínica e fisiopatologia da síndrome, ela é conhecida com Síndrome de Claude Bernard -Horner (SCBH).

Clinicamente, ocorre uma ptose palpebral discreta a moderada da pálpebra superior, devida a uma paresia do músculo tarsal superior ou de Müller. A pupila apresenta uma miose variável, que depende da localização, grau e cronicidade do déficit. A síndrome é considerada completa quando esses sintomas estão associados à anidrose da hemiface ipisilateral, a um aumento da temperatura e à hiperemia facial.  (+ info)

Estenose aórtica grave.?


Sabe-se que paciente octagenário com estenose aórtica grave não suportaria fazer uma cirurgia a céu aberto para troca valvar.
Qual é o procedimento que vem alcaçando êxito atualmente no Brasil e no mundo para troca de prótese valvar por via percutânea?
Esqueci-me de fazer referência a um octagenário com outras morbidades (doenças associadas). O Dr Ivo Pitanguy também trocou a válvula a céu aberto, mas sua saúde estava perfeita. Faltou esse detalhe: paciente com insuficiência renal, DPOC, anemia (por perda de sangue de causa oculta), hipertenso, entre outras normalmente nessa fase da vida.
Que médico responsável, abriria o peito de um octagenário com várias doenças associadas à estenose aórtica grave?
Qual o método a ser empregado, então, se o caso pedisse urgência/emergência?
Acrescentei esse detalhe, haja visto que a pessoa aí embaixo, diz ter anestesiado uma pessoa de 85 anos sem maiores problemas.
Sem problema, a cirurgia a céu aberto ainda continua sendo "padrão ouro".
Quero ver uma pessoa com mais de 80 anos e com doenças associadas? Anestesiaria mesmo assim?
Vide link: http://www.rbci.org.br/detalhe_artigo.asp?id=319

Um trecho: A substituição cirúrgica da valva aórtica era, e ainda é, padrão de referência para pacientes com estenose grave sintomática. No entanto, apesar do mau prognóstico com o tratamento medicamentoso, muitos pacientes não se submetem a cirurgia em decorrência do alto risco operatório, causado por co-morbidades como hipertensão pulmonar, doença pulmonar obstrutiva grave, cirurgia cardíaca prévia, aorta em porcelana, etc.

A substituição da valva aórtica por via percutânea utilizando próteses montadas em stents surgiu como uma nova e promissora opção nos últimos anos, oferecendo alternativa segura de tratamento a candidatos para os quais a substituição cirúrgica da valva aórtica não é considerada segura.
[url]http://www.rbci.org.br/detalhe_artigo.asp?id=319[/url]
----------

Não sei de onde voce tirou esse "sabe-se". Hoje mesmo anestesiei um de 85 para troca valvar sem grandes problemas.  (+ info)

Fiz um exame e constatou prolapso na valva mitral com movimento posterior insuficiência e regurgitação minima?


Gostaria de saber os riscos que corro e se há tratamento?
----------

Só um Cardiologista poderá avaliar, pois é muito diferente de uma pessoa para outra.

@  (+ info)

Estenose de uretra masculino pode atrapalhar na fertilidade?


Para a tua segurança, procures orientação na mesma fonte que constatou esta estenose.  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'estenose da valva aórtica'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.