FAQ - hipertrofia
(Powered by Yahoo! Answers)

hipertrofia?


gente, to pensando em tomar massa para aumentar meu peso, mas aduvida é o seguinte, se eu parar de tomar a massa eu vou emagrecer e voltar ao meu peso normal denovo é?
lembrando que eu me alimento bem, 5 vzez ao dia, sera que mesmo assim quando eu parar de tomar a massa eu vou voltar a meu peso inicial, me repondam por favor
----------

Embora já a tenha repondido por e-mail, achei interessante também responder aqui, para que outras pessoas também tenham acesso.

Só irá perder musculatura se parar de malhar. Ela ficará compatível com a atividade que você desempenha. Se não praticar atividades físicas, ela será compatível com alguém que não pratica.
Como o produto contém uma quantidade elevada de calorias, ela servirá de combustível para executar os exercícios. Porém , se o seu corpo costuma retirar toda a energia do alimento, e se você não gastar, pode ser que ele armazene o excesso de energia em forma de gordura. Então deve tomar cuidado no uso, para que não venha a engordar.

.
Obs. Seria interessante fazer um percentual de gordura na academia, pelo menos a cada 3 meses.

em relação ao whey. a base dele é proteína. Tomar logo após o último exercício.
Se parar de tomar, e continuar malhando correto, não corre o risco de perder a musculatura ganha. Mas você terá que ingerir proteínas de outras fontes, como derivados do leite, clara de ovo e carnes.  (+ info)

Para hipertrofia muscular é realmente necessário malhar bem pesado?


Qual a melhor forma de malhar a hipertrofia para uma pessoa muito magra?
E o numero de repetições?
E alimentos que ajudam sem que aumente a barriga?
----------

O princípio básico da hipertrofia muscular é quebrar a homeostase (equilíbrio), agredindo, por assim dizer, as fibras musculares e como resposta bioquímica o anabolismo (crescimento). Os descansos insuficientes entre as séries, ou a insistência em um número fixo de repetições, podem provocar uma resposta bioquímica contrária de destruição da fibra muscular conhecida como catabolismo. O estímulo certo no tempo certo é capaz de produzir respostas hormonais satisfatórias, especialmente no que diz respeito ao GH (hormônio de crescimento), a insulina e a testosterona, hormônios intimamente ligados à hipertrofia muscular.

Em tese, os tempos de contração moderados a altos com descansos curtos, podem estimular o GH e cargas altas com descansos longos, a testosterona. Vale ressaltar que a influência do GH na hipertrofia muscular não é tão aceita pela comunidade científica como é a da testosterona. As conclusões ainda são muito contraditórias.

Alguns autores, como Verkoshansky 2000 e Poliquin citado pelo prof. Paulo Gentil associam o aumento de massa muscular ao "tempo" em que o músculo permanece sob tensão, não necessariamente "x" repetições. O primeiro autor fala em 40 a 60 segundos numa série com uma carga de 80% do máximo e o segundo em 20 a 70 segundos para gerar respostas bioquímicas e fazer realmente o músculo crescer. Isso pode fazer mais sentido. Esses tempos, na média, seriam o suficiente para executar entre 8 a 12 repetições com duração de 4 a 6 segundos cada uma. Se fixarmos a série em "tempos", possivelmente o número de repetições não serão os mesmos nas duas, três ou mais séries em virtude do esgotamento natural ao longo do exercício.

  (+ info)

A hipertrofia de cornetos pode se desenvolver depois de adulto?


No raio X do meu filho acusou hipertrofia de cornetos e ele não apresenta nenhum dos sintomas descritos em relação a doença. Gostaria de saber se a hipertrofia pode-se apresentar depois que ele for adulto.
----------

Essa hipertrofia nada mais é que do uma alteração anatômica (aumento) dos cornetos nasais, geralmente causada por rinite pelo que eu entendi não é o caso pois não há sintomas.

Posso dizer que seu filho ficará predisposto a apresentar uma obstrução nasal de leve a importante independente da idade como pode nunca apresentar nada.

Espero ter ajudado!!!!  (+ info)

Qual o melhor suplemento alimentar para quem quer atingir a hipertrofia?


Eu queria dicas de os melhores suplementos alimentares pra quem quer atingir a hipertrofia, porque, o que tem nele que o torna melhor do que os outros, e se possível, a quantidade que eu deveria tomar (em colheres de sopa) do mesmo. Obs: Tenho 1,62, 47 quilos, 15 anos.
E POR FAVOR, QUERO DICAS SINCERAS, E NÃO PROPAGANDAS PARA VENDER MAIS...
----------

... ciclo de OÍTO SEMANAS com DECA - ANABOLIN e DURATESTON rsrsrs ...  (+ info)

Qual a quantidade e frequência que devo me alimentar de proteínas e carboidratos para hipertrofia muscular?


Eu teno 16 anos, faço musculação a 2 meses e tennho um corpo ligeiramente sarado. Gostaria de ganhar massa muscular através de uma alimentação saudável. Portanto, gostaria de saber a quantidade e freqûencia de alimentar-me de proteínas, vitaminas (frutas) e carboidratos para ter um exelente desempenho no ganho de massa muscular.
----------

Veja orientação profissional sobre o tema aqui:

O que comer antes e pós exercício físico?

http://personalrs.blogspot.com/2008/09/o-que-comer-antes-e-ps-exerccio-fsico.html  (+ info)

hipertrofia do ventriculo esquerdo deve ser tratada por um cardiologista?


Fiz um exame que é chamado cateterísmo e o mesmo acusou hipertrofia de ve. O médico "cardiologista" que me atendeu dissera que esta doênça não deve ser tratada pela cardiologia e sim pela clínica médica. Por isso necessito saber se a hipertrofia de ve é ou não doênça dardíaca e se sim porque não precisa ser tratada pela cardiologia?
----------

Hipertrofia do ventrículo esquerdo não é uma doença, e sim um sinal , pode ser uma adaptação do órgão à situações nem sempre patológicas, claro que este sinal por muitas vezes está sim associada à doenças por vezes graves, o que você precisa saber é o diagnóstico do seu médico, ou seja, a etiologia (o que causou) da hipertrofia, e sim isto é âmbito da cardiologia, portanto se o assunto não ficou claro para você sugiro que retorne ao seu médico e o questione sobre o diagnóstico dele sobre a causa desta hipertrofia, caso ele não seja claro, colega, sugiro que procure imediatamente outro CARDIOLOGISTA e leve os exames para ele ver, pois pode ser sim um quadro de urgência....

Os comentários da colega acima estão totalmente infundados, não aceite qualquer tipo de diagnóstico que não médico, e mesmo assim, seja crítico com os resultados  (+ info)

Como transformar uma série de força em uma série de hipertrofia?


Troquei de série de musculação por estes dias na academia. O problema é que aparentemente o professor entendeu meu objetivo errado. Eu queria hipertrofia, e ele me fez uma série de força. A grande questão é que naquele dia fui num horário excepcional, e eu levarei um bom tempo até revê-lo lá. Como eu posso, enquanto isso, transformar minha série de força numa de hipertrofia?Será que, se ao invés de fazer 3 séries de 6 rep. e fizer 4 de 8 rep. no lugar, tenderei mais à hipertrofia?
----------

Boa tarde.
Primeiramente seria ideal tentar entrar em contato com o seu Profissional de Ed. Física, porque foi com que você fez toda a anamnese, todas a medidas e todos os teste cabíveis para a criação de um treinamento. Foi com ele que você traçou seu objetivos.
Pois bem, vamos ao que interessa.
Repetições de força vão de 1 até 7 repetições, dando ênfase a força e tônus muscular, com 80-100% de 1RM (Teste de Repetição Máxima), velocidade de desempenho Lento á Médio, com Intervalo de Descanso de 3-5 minutos podendo chegar até a 7 minutos dependendo da Individualidade Biológica.
Hipertrofia, aumentar o tamanho do músculo, 6-12 repetições, com 60-80% de 1RM (Teste de Repetição Máxima), velocidade de desempenho Lento á Médio, com Intervalo de Descanço de 45s até 2min dependendo da Individualidade Biológica.
Entendido o sistema, devemos cruzar séries x repetições x cargas para chegar ao objetivo.
No seu caso hipertrofia. 3 séries de 6 repetições, é uma parte de hipertrofia, mas nesse caso esta dando mais ênfase em força.
A hipertrofia pura vai de 3/4 séries de 6-15 repetições com 60-80% de 1RM com ID de 45s a 2min.
Espero ter ajudado,
Lembre-se converse sempre com seu Profissional de Ed. Fisica, não existe melhor pessoa para lhe indicar os melhores treinamentos.

PS: Alexandre graduado em Ed. Fisica - Bacharelado pela Universidade Federal de Santa Maira, especialização em Esportes de Alto Desempenho Universidade Federal de São Paulo  (+ info)

Qual é a conclusão a respeito do treinamento físico para hipertrofia muscular?


A hipertrofia muscular é o aumento de porte dos músculos devido aos estímulos. Esses estímulos são proporcionados pela necessidade do corpo de ter mais força para mover mais peso. A musculação é a melhor forma de obter massa muscular, e deve sempre ser acompanhada de um profissional de educação física.

A hipertrofia não se deve somente à musculação, é necessária uma dieta rica em proteínas e carboidratos para suprir a perda de energia e para possibilitar a construção do músculo. Uma dieta desregulada acompanhada da musculação pode causar perda de massa muscular, pois o corpo utilizará das proteínas do próprio músculo para abastecê-lo.

Devido à grande exigência social, e por necessidades estéticas imediatistas, algumas pessoas optam pelo uso de esteróides anabolizantes, substâncias que proporcionam um rápido ganho muscular e que podem gerar uma série de problemas de saúde.  (+ info)

Hipertrofia próstata almenta o PSA LIVRE e o PSA TOTAL?


Olá gostaria de saber se a Hipertrofia próstata almenta o PSA LIVRE e o PSA TOTAL.

Obrigado.
----------

Não. São duas medições distintas.
A hipertrofia (aumento) do tamanho da próstata é comparado com a medida do PSA livre e Total (Antígeno Prostático Específico) – uma substância produzida pela próstata.
Ambos com medições além do normal podem indicar algum nódulo na próstata, o que poderá resultar em câncer.  (+ info)

Como ocorre o a reversão da hipertrofia patológica do músculo cardíaco com os inibi dores da eca?


Li recentemente que a hipertrofia cardíaca pode ser melhorada ou revertida com as medicaçoes (inibidores da eca )junto com o tratamento da hipertensão!!!
----------

OS EXERCÍCIOS COM PESOS

Os chamados exercícios resistidos, ou exercícios contra-resistência, geralmente são realizados com pesos, embora existam outras formas de oferecer resistência à contração muscular. Musculação é o termo mais utilizado para designar o treinamento com pesos, fazendo referência ao seu efeito mais evidente, que é o aumento da massa muscular. Assim sendo, musculação não é uma modalidade esportiva, mas uma forma de treinamento físico. Os exercícios com pesos constituem a base do treinamento do culturismo (musculação de competição) e dos levantamentos de peso (básico e olímpico), além de participarem da preparação de atletas de diversas outras modalidades. Pelas suas qualidades, a musculação passou a ocupar lugar de destaque nas academias, onde o objetivo é a preparação física das pessoas, independentemente de objetivos atléticos. Além de induzir o aumento da massa muscular, os exercícios com pesos estimulam a redução da gordura corporal e o aumento de massa óssea, levando à mudanças extremamente favoráveis na composição corporal. Homens e mulheres de todas as idades podem mudar favoravelmente a forma do corpo com a ajuda do treinamento com pesos. Do ponto de vista funcional, os exercícios com pesos desenvolvem importantes qualidades de aptidão, constituindo uma das mais completas formas de preparação física. Uma das características mais marcantes dos exercícios com pesos é a facilidade com que podem ser adaptados à condição física individual, possibilitando até mesmo o treinamento de pessoas extremamente debilitadas. Pela ausência de movimentos rápidos e desacelerações, os exercícios com pesos apresentam também baixo risco de lesões traumáticas. Por todas as suas qualidades, e pela documentação da sua segurança geral, o treinamento com pesos ocupa hoje lugar de destaque em reabilitação geriátrica e em terapêutica por exercícios.

MASSA MUSCULAR

O volume dos músculos das pessoas é determinado pelas suas condições genéticas e pelas características da atividade física à qual foi submetido. Algumas pessoas apresentam boa massa muscular, mesmo com estilo de vida sedentário, o que se explica por um código genético favorável. No entanto, com o avançar da idade, mesmo essas pessoas irão perdendo massa muscular por falta de exercícios. Qualquer exercício estimula algum aumento de massa muscular, embora os exercícios resistidos sejam os mais eficientes nesse sentido. Os exercícios com pesos também produzem resultados variáveis em pessoas diferentes. As pessoas que reagem melhor, aumentando rapidamente a massa muscular, parecem possuir maior número de fibras nos músculos esqueléticos ao nascimento. Diferenças metabólicas também podem ter influência no potencial para massa muscular, mas este aspecto ainda não está bem esclarecido. O efeito do treinamento é estimular a hipertrofia ou seja, o aumento de volume das fibras musculares. Tanto as fibras musculares brancas (do tipo II ou glicolíticas ou rápidas) quanto as vermelhas (do tipo I ou oxidativas ou lentas) apresentam hipertrofia. As fibras brancas são maiores do que as vermelhas, tanto nos sedentários quanto nos atletas. Algumas evidências sugerem que o treinamento com pesos grandes e baixas repetições (menos de 5) estimulam mais as fibras brancas, e que o treinamento com repetições mais altas (acima de 5) estimulam a hipertrofia de ambos os tipos de fibras. O treinamento com pesos apresenta dois tipos de sobrecargas, úteis para a hipertrofia: sobrecarga tensional e sobrecarga metabólica, esta do tipo energética anaeróbia. A sobrecarga tensional é o grau de tensão que ocorre no músculo durante a contração, e é proporcional à resistência oposta ao movimento. Quanto maior o peso, maior a sobrecarga tensional. A sobrecarga metabólica é a solicitação acentuada dos processos de produção de energia, e nos exercícios com pesos é dada pelas repetições mais altas e pelos intervalos curtos entre as séries. Estas sobrecargas ocorrem sempre juntas, embora seja possível enfatizar uma ou outra. Pesos grandes e conseqüentemente baixas repetições, enfatizam a sobrecarga tensional, enquanto que pesos não tão grandes, que permitem mais repetições, enfatizam a sobrecarga metabólica. A sobrecarga tensional estimula o aumento das miofibrilas, e este é o principal mecanismo da hipertrofia muscular. A sobrecarga metabólica estimula o aumento da rede protéica estrutural, das mitocôndrias, e também o acúmulo de glicogênio e água dentro da célula. O glicogênio pode triplicar a sua quantidade, e cada grama dessa substância carrega consigo quase três gramas de água. O resultado do acúmulo de glicogênio e água é o aumento da consistência do músculo, que se torna mais firme à palpação. Outro efeito da sobrecarga metabólica é a maior vascularização dos músculos. Todos esses efeitos ocorrem tanto nas fibras brancas quanto nas vermelhas. A associação de sobrecargas que parece ser mais eficiente para o aumento de massa muscular utiliza repetições em torno de 10, e intervalos  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'hipertrofia'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.