FAQ - narcolepsia
(Powered by Yahoo! Answers)

O que faço para me manter acordada? Tenho narcolepsia, é ruim ir ao médico todo mes só para pegar receita azul?


A narcolepsia é uma doença horrível, do nada eu durmo e é muito dificil conseguir me acordar, não consigo ter disposição para nada.
Não tomo café, e para me manter acordada tenho que tomar remédio tarja preta que cause insonia... Mas não estou podendo ir ao médico todo mês só para pegar as receitas.... Alguém pode me ajudar?
----------

Se está doença é grave assim eu acredito que você deve procurar ir no médico todo mês sim, é a melhor medida a se tomar.

Mas se realmente só vai no médico para pegar a receita, peça para ele 2 ou 3 receitas (cada uma com data de um mês). Aí você não vai precisar voltar nele todo mês. Tem médico que faz isso (para prevenir que você irá conseguir comprar o remédio todo mês sem problemas), mas tem médico que não faz (pode ser necessário um contato pessoal entre paciente e médico).
  (+ info)

Apneia - Narcolepsia e Doenças do Hipotalmo?


Preciso de ajuda urgente. Eu sou um homem de 45 anos, nasci em GArilbaldi/RS e moro desde 88 em Curitiba/PR e há muitos anos tenho fortes dores de cabeça, e muito sono diurno.
Recentemente depois de uma polissonagrafia descobri que sofro de apneia do sono, com diversos microdespertares durante a noite e como consequencia de dia sofro de muito sono (narcolepsia) e ainda tem alguma disfunção no hipotalamo, aumento de triglecirideos, de colesterol, de peso, de fadiga, falta de enrgia e dconcentração, de memoria, dores musculares, caimbras, baixas de indices de hormonios, debilidade geral do corpo. Dificuldades de lembrar nomes e outros sintomas.
Estou no final de minhas forças, não sei a quem devo apelar, por isso tenho usado remedios para tratar esses problemas, mas depois os sintomas voltam.
Preciso de ajuda, quem pod em ajudar?
email para: [email protected]
----------

a apnéia debilita mesmo.
mas tem casos q resolvem somente com cirurgia, não com remédios.Inclusive há riscos de remédios para dormir para apnéia, pois pode haver lentidão na ventilação pulmonar e, ficar sem respirar e perigo á vista.
a fadiga, falta de concentração, prejuízo de memória são consequências de sono ruim, no caso, a apnéia.
Tbém, durante o sono há liberação de GH-hormônio do crescimento e reorganiza todo o cérebro, as estruturas e poe haver declínio nas taxas hormonais e inchação, além de irritabilidade.
Posso te dizer que nesse site www.sbsono.com.br há uma lista de médicos especialistas em sono apenas, não fazem outra coisa a estudar e tratar sono e possuem credenciamento, veja um em sua cidade ou próximo dela e leve sua polissonografia para esse profissional avaliar qual conduta a tomar.
Voltando a dormir bem, sem apnéia, a fadiga e outros sintomas incômodos deverão desaparecer.
Melhoras a vc.  (+ info)

Alguém aquí já sofreu e se tratou de narcolepsia e/ou catalepsia?


Gostaria de saber detalhes e como foi o tratamento.
Observo que durante o dia, basta um intervalo entre os períodos em que estou ocupado em alguma atividade, para ser atacado pela catalepsia, seguida da narcolepsia.
Sou motorista e enquanto estou dirigindo não tenho problema, mas se estou parado, logo sou atacado, por exemplo.
Esclarescendo, narcolepsia é o nome que se dá à doença de quem tem muito sono durante o dia e catalepsia é o relaxamento da musculatura que normalmente vem depois de pegar no sono, embora tenha casos em que a pessoa chega a se desmontar no chão, ainda acordado.
----------

Não sofro desses males, mas esse site tem informações bem interessantes:

http://www.mentalhelp.com/sono.htm  (+ info)

OQUEE ÉH NARCOLEPSIA ?????????/?


A narcolepsia é uma desordem que ocasiona dificuldade para a pessoa manter-se acordada e pode fazer com que ela subitamente caia no sono durante o dia. Esses "ataques de sono" geralmente ocorrem depois de não ter dormido suficientemente à noite. O padrão incomum de pessoas com narcolepsia podem afetar seu trabalho, estudo e vida social.

Pesquisas sugerem que a causa da narcolepsia é a falta de um químico do cérebro chamado hipocretina, o qual estimula as células cerebrais e ajuda a promover o estado de vigília. Não se sabe porque há falta de hipocretina em pessoas com narcolepsia. Alguns fatores que podem agir em conjunto para a falta de hipocretina incluem:
* Infecção.
* Perda de certas células cerebrais devido a lesão, toxinas e/ou reação auto-imune.
* Alterações hormonais.
* Estresse  (+ info)

(G47.4) Narcolepsia e cataplexia?


Minha nossa, minha médica neurologista me diagnosticou com esse CID (47.4) na prescrição de remédio que ela deu. Tá loco! Assustei-me até hausahsauhsauhsa.
Obrigado isa.
A sua é sexy.
----------

Conhecendo a narcolepsia e catalepsia

A Narcolepsia é um distúrbio de sono caracterizado por sonolência excessiva durante o dia, catalepsia(veja adiante) e anormalidades do sono REM.
Esse é um grave distúrbio do sono, sua principal característica é o excesso de sono durante o dia, mesmo após noites bem dormidas. Em conseqüência disso, os portadores enfrentam grande dificuldade na realização de atividades que exigem concentração, como dirigir ou operar máquinas perigosas.

Afeta ainda o convívio social na escola,no trabalho e até mesmo em casa, sendo que, freqüentemente, o portador recebe o rótulo de preguiçoso ou dorminhoco.De origem neurológica, distúrbio acomete aproximadamente 40 mil brasileiros. A prevalência equivale a 1 caso da doença em cada 2000 pessoas e não é uma prevalência muito baixa mas a freqüência de pacientes narcolépticos na clínica de sono é muito pequena .Este fato se deve a narcolepsia ser de difícil diagnóstico. Três dos quatro principais sintomas da narcolepsia podem existir em outros distúrbios de sono ou mesmo em situações comuns na vida em geral.

A cataplexia e o único sintoma específico para a narcolepsia, mas em grande parte dos casos só aparece como sintoma após o aparecimento da sonolência excessiva diurna. Cataplexia (em 60 a 90% dos casos) significa uma perda súbita de força muscular. Pode afetar pequenos grupos de músculos (joelhos, faciais, pescoço, fala) até o corpo todo, provocando queda. São geralmente desencadeados por situações emocionais, por exemplo risada, surpresa, euforia, tristeza, constrangimento, orgasmo. Geralmente o paciente tem consciência que do que está acontecendo, embora não consiga falar nem se movimentar.

A Cataplexia pode surgir dos 15 aos 30 anos e costuma provocar pelo menos um ataque por dia. Outro problema é que muitas vezes a cataplexia é confundida com desmaios e a narcolepsia é interpretada como epilepsia pelo neurologista menos atento.
Fatores genéticos estão envolvidos com o aparecimento da narcolepsia..
A transmissão genética da narcolepsia em humanos trata-se de uma herança complexa, multifatorial na qual fatores ambientais tem papel importante.

A narcolepsia humana é causada pela falta da proteína hipocretina no cérebro.
Hoje, já é comprovado que o distúrbio ocorre devido ao déficit de um neurotransmissor no cérebro dos pacientes, chamado orexina. Com as pesquisas atuais, as estimativas são de que, no futuro, ocorram melhorias no tratamento e claro, na qualidade de vida do portador
. A narcolepsia é uma doença de certa forma benigna, porém o tratamento é prolongado.

O objetivo do tratamento é o controle dos sintomas, principalmente das crises de sono e da cataplexia (perda do tônus muscular), com a administração de medicamentos, permitindo assim que o paciente mantenha suas atividades normais nos campos profissionais e sociais.
Como medidas paralelas ao tratamento, recomenda-se alguns cochilos voluntários durante o dia para reduzir a sonolência diurna.
Durante o tratamento, é de bom tom não exercer atividades de risco tais como dirigir ou manipular equipamentos que exijam atenção contínua.




PROFESSOR DR. JOSÉ KNOPLICH
Reumatologista, Doutor em Saúde Pública
pela Universidade de São Paulo, autor de vários livros,
dentre os quais o "Viva Bem com a Coluna que Você Tem", na 31ª edição com 190 mil livros vendidos.
http://knoplich.sites.uol.com.br/  (+ info)

Alguém tem narcolepsia?


Nossa,desta vez tu complicou.Se tivesse estava dormindo e não poderia te responder.  (+ info)

O que e Narcolepsia????


Narcolepsia é uma condição neurológica caracterizada por episódios irresistíveis de sono e em geral distúrbio do sono. É um tipo de dissonia.

A sonolência excessiva pode ser causada não só por uma noite mal dormida, mas também por problemas como depressão (tristeza profunda, desânimo, nervosismo), síndrome da apnéia do sono (parar de respirar no sono), narcolepsia (crises incontroláveis de sono em qualquer lugar, dirigindo, comendo, ouvindo). A sonolência diurna pode prejudicar a atenção, a concentração, o humor e até os relacionamentos familiares.
Narcolepsia pode ser definida como uma sonolência excessiva durante o dia, com tendência a cochilos em situações inapropriadas, mesmo tendo o paciente dormido uma quantidade normal de horas durante a noite. Geralmente os primeiros sintomas surgem entre os 10 e 15 anos de idade e persistem por toda a vida, se não tratados. A causa é ainda desconhecida, mas estudos indicam a existência de um forte componente familiar.

Os sintomas são:

Sonolência excessiva
Cataplexia ( Amolecimento do corpo ao ter fortes emoções )Paralisia do sono ( Acordar pela manhã e se sentir paralisado)Alucinações hipnagógicas ( Sonhar acordado )
Baixa concentração
Dificuldades na escola ou trabalho
Tratamento

A narcolepsia é uma doença de certa forma benigna, porém o tratamento é prolongado. O objetivo do tratamento é o controle dos sintomas, principalmente das crises" de sono e da cataplexia (perda do tônus muscular), com a administração de medicamentos, permitindo assim que o paciente mantenha suas atividades normais nos campos profissionais e sociais.
Como medidas paralelas ao tratamento, recomenda-se alguns cochilos voluntários durante o dia para reduzir a sonolência diurna. Durante o tratamento, é de bom tom não exercer atividades de risco tais como dirigir ou manipular equipamentos que exijam atenção contínua.  (+ info)

Alguém pode me dizer o que é NARCOLEPSIA?


A Narcolepsia é um distúrbio de sono caracterizado por sonolência diurna excessiva, cataplexia e anormalidades do sono REM. Sua prevalência é em torno de 0.02-0.18% na população em geral considerando E.U.A, Europa e Japão, no Brasil ainda não há um estudo de prevalência da Narcolepsia. Esta prevalência equivale a 1 caso da doença em cada 2000 pessoas e não é uma prevalência muito baixa sendo semelhante a prevalência da esclerose múltipla ou da fibrose cística, patologias nas quais a frequência dos pacientes nas suas respectivas clínicas é muito maior que a frequência de pacientes narcolépticos na clínica de sono.
Este fato se deve a narcolepsia ser uma patologia de difícil diagnóstico. Três dos quatro principais sintomas da narcolepsia podem existir em outros distúrbios de sono ou mesmo em situações comuns na vida em geral. A cataplexia e o único sintoma específico para a narcolepsia, mas em grande parte dos casos só aparece como sintoma após o aparecimento da sonolência excessiva diurna. Na ausência de cataplexia o diagnóstico se torna muito mais difícil, um questionário específico para a determinação da cataplexia já foi validado e é de uso corrente na clínica de sono da Universidade de Stanford, EUA. Outro problema é que muitas vezes a cataplexia é confundida com desmaios e a narcolepsia é interpretada como epilepsia pelo neurologista menos atento.
Fatores genéticos estão envolvidos com o aparecimento da narcolepsia. Este distúrbio é muito associado a um alelo do complexo maior de histocompatibilidade denominado DQ*0602, o qual pode ser utilizado também como uma ferramenta de diagnóstico, embora a presença desse alelo não seja conclusiva, mas simplesmente um instrumento de apoio ao diagnóstico.
A transmissão genética da narcolepsia em humanos não obedece as regras mendelianas, trata-se de uma herança complexa, multifatorial na qual fatores ambientais t6em papel importante. Embora a maioria dos caos seja esporádica e não familiar, o risco de um parente de 1° grau de um paciente narcoléptico ter o mesmo distúrbio é 40 vezes maior que na população em geral.
A narcolepsia também acontece em cães com uma sintomatologia muito parecida com a do Homem. Estudos farmacológicos, fisiológicos e genéticos nesta espécie têm ajudado a desvendar os mecanismos cerebrais envolvidos na gênese da narcolepsia. O gene para narcolepsia foi primeiramente encontrado em cães e depois sequenciado em narcolépticos humanos. Se constatou que a mutação que acontece nos cães e causa a narcolepsia não ocorre em humanos, com raras exceções. A narcolepsia humana é causada pela falta da proteína hipocretina no cérebro.
Experimentos usando o modelo canino mostram que um aumento na neurotransmissão colinérgica e diminuição na noradrenérgica são possivelmente as bases patofisiológicas da doença em adição a uma deficiência nos sistema da hipocretina. Os medicamentos usados para tratar a narcolepsia; estimulantes do sistema nervoso central e antidepressivos tricíclicos agem diretamente ou indiretamente através destes sistemas de neurotransmissão. Os efeitos na inibição da recaptação da noradrenalina na fenda sináptica inibem de forma leve a cataplexia e os fenômenos anormais associados ao sono REM na narcolepsia, enquanto os estimulantes em geral agem diminuindo a sonolência através do sistema dopaminérgico. É bom ressaltar que estes tratamentos são somente parcialmente efetivos e que provavelmente a descoberta da hipocretina como um agente preponderante no estabelecimento da narcolepsia levará a criação ou a descoberta de uma droga mais efetiva no tratamento nos próximos anos.

Tratamento:
A narcolepsia é uma doença de certa forma benigna, porém o tratamento é prolongado. O objetivo do tratamento é o controle dos sintomas, principalmente das crises" de sono e da cataplexia (perda do tônus muscular), com a administração de medicamentos, permitindo assim que o paciente mantenha suas atividades normais nos campos profissionais e sociais.
Como medidas paralelas ao tratamento, recomenda-se alguns cochilos voluntários durante o dia para reduzir a sonolência diurna.
Durante o tratamento, é de bom tom não exercer atividades de risco tais como dirigir ou manipular equipamentos que exijam atenção contínua.  (+ info)

só para os sabidões de plantão, oque é NARCOLEPSIA.?


NARCOLEPSIA: sono súbito e incontrolável, aparentemente sem motivo, que ocorre várias vezes ao dia e corresponde a uma entrada direta no sono paradoxal sem passar pelo sono lento (é o mesmo que hipnolepsia).

SONO PARADOXAL: fase do sono... caracterizada pela produção de sonhos e ocorrência de rápidos movimentos dos olhos e dos membros.

SONO LENTO: fase inicial do sono na qual o encefalograma apresenta ondas lentas, de grande amplitude, caracterizada por baixa atividade mental, redução da freqüência cardíaca e queda da pressão arterial.  (+ info)

Gostaria de saber o tempo de efeito para anfeprapona?


Apos timar o comprimido quanto tempo depois o medicamento começa a fazer efeito? e quanto tempo ele faz efeito no organismo? ate a tomada de outro?
Sofro de narcolepsia esse seria o medicamento correto? ou tem algum outro? em quantas horas tem que tomar a mediação para narcoepletico?
----------

A Anfepramona é usada no tratamento de obesidade; não tem nada a ver com narcolepsia.
Confira a bula desse medicamento em http://www.bulas.med.br/index.pl?C=A&V=66506F737449443D35323533266163743D73686F7752656164436F6D6D656E7473  (+ info)

1  2  

Deixa uma mensagem sobre 'narcolepsia'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.