FAQ - psoríase
(Powered by Yahoo! Answers)

..............PSORÍASE?


Tenho psoríase, fui ao dermatologista (do SUS), que não me deu muitas informações. Gostaria de saber mais, se alguém souber a respeito, por favor, me ajude. E se alguém conhecer livros ou sites seguros.

Obrigada.
----------

A psoríase é uma doença crônica e não-contagiosa da pele, que produz manchas secas e arredondadas na pele, de tamanhos variados, cobertas por escamas brancas, cinzas ou branco-acinzentadas.

A psoríase é comum, mas tem certas questões misteriosas. Os médicos não sabem ao certo o que causa a psoríase, embora acreditem que ela tenda a ser hereditária. Por outro lado, pode ser que você tenha psoríase mesmo que não haja histórico da doença na família. Ela geralmente ocorre entre os 20 e os 50 anos, mas pode aparecer em qualquer idade e ser diagnosticada até mesmo em crianças.

O comportamento da psoríase também é misterioso. Às vezes, pode ser moderada, com apenas algumas manchas. Mas no dia seguinte, manchas grandes e escamosas podem cobrir o corpo. O tratamento é difícil, pois o que funciona para uma pessoa pode não fazer efeito em outra e os tratamentos que um dia foram eficazes para alguém geralmente se tornam ineficientes ou vice-versa.

Causa

Apesar de não saberem exatamente o que causa a psoríase, os médicos sabem que ela envolve uma alteração no sistema imunológico. É considerada uma doença auto-imune, pois o sistema imunológico ataca por engano suas próprias células saudáveis. Alguns leucócitos, chamados de células T, são estimulados em excesso e aceleram a descamação das células da pele. Na pele normal e saudável, as novas células levam cerca de um mês para migrarem para a superfície. Na pele de uma pessoa com psoríase, esse processo leva somente de três a quatro dias.

Esse crescimento acelerado das células é o que provoca a formação de manchas escamosas e avermelhadas na pele, chamadas de placas. Além de não terem um bom aspecto, essas placas geralmente causam coceira e desconforto. Embora existam vários outros tipos de psoríase, esse que forma placas, conhecido como psoríase em placa, é o mais comum.

A psoríase também parece envolver um forte fator hereditário, embora somente 1/3 de seus portadores se lembrem de ter um parente com a doença. Há uma relação entre psoríase e artrite que pode se somar ao quadro cutâneo.

Quando a psoríase aparece, o desenvolvimento da doença pode ser provocado de diversas maneiras. Uma lesão na pele, como um corte, pode provocar o aparecimento súbito da doença geralmente entre 8 a 18 dias após o trauma. Mudanças de estação também afetam a psoríase: no inverno costuma haver uma piora da doença. Muitos pacientes também têm problemas maiores em períodos de estresse físico e emocional. As infecções, particularmente as do trato respiratório superior, podem agravar a psoríase.

Sintomas

A psoríase caracteriza-se por manchas salientes e avermelhadas na pele com escamas cinzas chamadas de placas. Essa placas podem aparecer em qualquer lugar do corpo. Entretanto, ocorrem com mais freqüência no couro cabeludo, na região lombar e nos cotovelos, joelhos e articulações dos dedos. Quando a psoríase afeta as unhas, ela causa rugas e nódoas amarronzadas e, às vezes, pode quebrá-las ou descolá-las. As áreas genitais também podem ser afetadas.

As manchas no couro cabeludo formam grandes escamas branco-acinzentadas no contorno do cabelo, que se assemelham à caspa.

As manchas encontradas em áreas úmidas, como as axilas, geralmente não são tão escamosas. Todas as manchas podem coçar.

Geralmente, a psoríase não causa complicações sérias. Às vezes, entretanto, a doença se torna tão grave, que pode causar calafrios, vermelhidão dolorosa da pele, rachadura da pele ao redor das articulações e formação de grandes áreas de pele descamada. A psoríase esfoliativa, pode precisar de internação para terapia intensiva.

Tratamento

Até agora, não há cura conhecida para a psoríase e o tratamento oferece somente alívio temporário dos sintomas. A limpeza normal da pele, ao redor das áreas afetadas, é importante para prevenir infecções. Loções e cremes a base de alcatrão vegetal (e outros componentes designados para remover as escamas) podem limpar a pele irritada e diminuir a coceira.

Foram apresentados recentemente diversos medicamentos como sendo eficazes no alívio dos sintomas da psoríase. A cortisona e os esteróides mais novos (medicamentos à base de hormônios) podem remover as placas em cerca de 50% dos casos quando aplicados diretamente na pele afetada. Muitos médicos recomendam cobrir as áreas tratadas com um plástico fino, além do creme. Isso é chamado de terapia oclusiva.

Alguns medicamentos diminuem a taxa de crescimento das células. Um deles, o metotrexato, reduz os sintomas nos casos graves. Entretanto, em virtude de seus efeitos colaterais serem fortes, ele é prescrito para uso somente sob supervisão médica.

Outros medicamentos usados para a psoríase incluem o calcipotrieno, o tazaroteno, a ciclosporina e os derivados de vitamina A. Todos esses medicamentos devem ser administrados por um médico.

Existem muitas formas de você cuidar da pele para reduzir o ressecamento e evitar infecções. Na próxima seção, exploraremos muitos remédios tópicos para o  (+ info)

Psoríase!!!?


Tenho psoríase, e como faço para diminuir essa doença que dizer que vem do stress?
----------

A psoríase é muito comum, e afeta aproximadamente 3 milhões de norte-americanos (cerca de 8 em cada 10.000 pessoas). Esta condição pode aparecer de forma repentina ou gradual, e afetar pessoas de qualquer idade, embora geralmente tenha início entre os 15 e 35 anos. Ela ocorre com maior freqüência pessoas brancas. A psoríase se caracteriza por episódios freqüentes de recorrências e remissões.

A psoríase parece ser um distúrbio hereditário, que pode estar relacionado com a resposta inflamatória ou imune. Ela pode afetar qualquer uma ou todas as partes da pele, embora seja encontrada mais freqüentemente no tronco, cotovelos, joelhos, couro cabeludo, dobras da pele ou unhas das mãos. Normalmente, a pele leva cerca de um mês para que suas células novas se desloquem de suas camadas inferiores até a superfície. No caso da psoríase, este processo leva apenas alguns dias, resultando na formação de células cutâneas mortas e escamas grossas.

A psoríase pode ser agravada por lesão ou irritação (cortes, queimaduras, erupção cutânea, picadas de inseto), podendo ser severa em pessoas imunodeprimidas (como, por exemplo, aquelas submetidas à quimioterapia para o tratamento de câncer ou portadores de AIDS), ou pessoas que tenham distúrbios auto-imunes (artrite reumatóide). Certas medicações, as infecções virais ou bacterianas, o consumo de álcool em excesso, a obesidade, a falta de exposição à luz solar, a exposição demasiado longa à luz solar (queimaduras solares), o estresse, a saúde deficiente em geral, o clima frio e a fricção freqüente na pele também estão associadas com o alastramento das manchas vermelhas da psoríase. A psoríase não é contagiosa.

Sintomas:
manchas cutâneas
secas e/ou vermelhas
normalmente cobertas de escamas prateadas
manchas cutâneas em relevo
com bordas vermelhas
podem rachar e ficar doloridas
manchas normalmente discretas e demarcadas
geralmente localizadas nos cotovelos, joelhos, tronco, couro cabeludo, mãos/unhas

lesões cutâneas, incluindo pústulas, rachaduras na pele, inflamação ou vermelhidão da pele
prurido
pequenos pontos descamativos na pele (especialmente em crianças)
dor articular/dor
Sintomas adicionais que podem estar associados a esta doença:
anormalidades na unha
lesões genitais (masculinas)
ardência, coceira e secreção dos olhos
aumento do lacrimejamento

Sinais e exames:
O diagnóstico geralmente é realizado com base no aspecto da pele.
pode ser necessária uma biópsia de pele, ou raspagem e cultura de manchas cutâneas para descartar outros distúrbios
um exame de sangue para antígenos HLA pode ser positivo
Tratamento:
O tratamento se concentra no controle dos sintomas e na prevenção das infecções secundárias, variando de acordo com a extensão e gravidade do distúrbio.

Os casos graves e resistentes, ou aqueles que envolvem grandes áreas do corpo, podem requerer tratamento intensivo. As lesões de psoríase que cobrem todo, ou a maior parte do corpo, indicam sintomas de emergência que necessitam de hospitalização. O distúrbio pode provocar dores agudas. O corpo perde grandes quantidades de líquido, ficando suscetível a infecções secundárias graves que podem se tornar sistêmicas, envolvendo órgãos internos, que podem evoluir até um choque séptico e a morte. O tratamento inclui analgésicos, sedação, líquidos e antibióticos intravenosos.

Os casos mais brandos normalmente são tratados em casa. As medicações tópicas incluem:
xampus anti-caspa com receita médica ou de venda livre
xampus ou loções que contenham alcatrão de hulha
cortisona ou outros corticosteróides
lubrificantes
medicações antifúngicas
antibióticos
fenol
cloreto de sódio
outros ingredientes
Podem ser prescritas drogas imunossupressoras injetáveis ou por via oral (como corticosteróides ou metotrexato), mas apenas em casos muito graves. Além dessas, outras medicações indicadas incluem os retinóides ou a ciclosporina.
Outros tratamentos utilizados são a exposição moderada à luz solar ou a fototerapia. A pele fica sensibilizada, quer seja pela aplicação do ungüento à base de alcatrão de hulha, ou por tomar Psoralen por via oral (uma medicação que faz com que a pele se torne sensível à luz). Essa medicação é usada em conjunto com a exposição à luz ultravioleta. Devem ser evitadas queimaduras solares, que podem piorar a condição.
O paciente deve manter-se em bom estado de saúde, de forma a reduzir o risco de alastramentos, além de repouso e exercício adequados, ter uma dieta bem balanceada, e evitar o estresse (veja controle do estresse). As infecções, quer sejam respiratórias ou de outro tipo, devem ser tratadas prontamente.
Recomenda-se uma boa higiene da pele, com banhos diários, para prevenir infecções secundárias. Além disso, deve-se evitar esfregar a pele de forma áspera, pois isso pode irritar a pele e provocar a recorrência da doença.
Os banhos com farinha de aveia podem agir como calmante e ajudar a soltar as escamas. Podem ser usadas preparações comerciais, ou misturar uma xícara de farinha de aveia em uma banheira com água quente.

ok  (+ info)

► Você conhece algo eficaz para o tratamento da PSORÍASE?


►►► Sei q psoríase não tem cura. Sei tb q as vezes é necessário o uso de corticóides e outros cremes, porém as manchas somem por um, dois dias e depois reaparecem.
Queria ter noticia de algo q prolongue essa 'limpeza' e torne mais espaçados esses reaparecimentos.
►►►Conhece algo eficaz?
----------

Sim, relaxe e vai ver como vai melhorar!  (+ info)

Se pegar sol é bom pra "curar" psoríase, então colocar a pele com psoríase perto de uma lâmpada é bom também?


Sol tem raios ultra violetas e lâmpada não, será que não é bom colocar a psoríase perto da lâmpada?
Obrigado por responderem!
----------

o Sol não é uma lampada.   (+ info)

Até q ponto diprospan ajuda,um portador de psoríase;Ou prejudica baixando a imunidade do organismo?


Psoriase tem origem emocional. Existem medicamentos de uso local que podem melhorar as crises, mas a psicanalise é o que funciona realmente. Aprender a lidar com os nossos sentimentos de mágoa, raiva e ressentimentos. Tente e não vai se arrepender. As cápsulas de óleo de figado de bacalhau tambem podem ajudar muito já que contem as vitaminas que são importantes para a saude de nossa pele, mas acho que voce deveria conversar com um médico sobre isto, de preferencia um médico homeopata.  (+ info)

Passar alho na pele pode ajudar no tratamento da psoríase?


Li num fórum que um indivíduo passou por 1 mês e curou 93% da psoríase, mas quando parou de passar voltou tudo como era antes...
----------

PELO QUE EU SEI, A PSORÍASE NÃO TEM CURA. ACHO MELHOR UM ACOMPANHAMENTO DERMATOLÓGICO, NUNCA USE MEDICAMENTOS CASEIROS SEM ORIENTAÇÕES MÉDICAS, A SUA PELE É DIFERENTE DA PELE DA QUALQUER OUTRA PESSOA, E PODE ACONTECER COISAS BEM PIORES. BEIJOS.  (+ info)

A origem da psoríase está codificação das células dos pés?


Ouvi num consultorio médico que a psoríase, se dá em muitos dos casos em pessoas claras, algumas moderadas, outras graves, em geral na cabeça, nos glúteos e cotovelos, como caracteristica, pele descamando e de cor avermelhada, e que as céluas destas áreas se desenvolem e morrem mais rapidamento do que as células normais. Quando nos formamos ainda na gestação nossa codificação genética já está definida, e assim que nascemos e crescemos é que aflorescem estas anomalias. A codificação das células dos pés é que determinam esta esta propriedade, de se desenvoverem e morrerem mais rapidamente, por ser uma área de base da estrutura do corpo, ou seja há uma troca mais rápida na região dos pés por natureza. Por algum erro genético pode haver uma desordem nesta codificação e originar a psoríase que se dá em áreas sensíveis do corpo em geral.
----------

Sou dermatologista e não existe nenhuma ligação a esse respeito.
Sabemos que a psoríase é um erro genético, já sabemos até o braço genético que desenvolve a doença. Porém não existe nenhuma ligação com os pés.  (+ info)

Alguem conhece tipos de alimentos que combatam a psoríase?


O tratamento medicamentoso já está sendo feito.
----------

Achei esse link bem legal e explicativo. Dê uma olhada:

http://medicinapreventiva.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=22&Itemid=2  (+ info)

Eu gostaria de saber se a propolis é um bom medicamento no controle ou tratamento da psoríase..Obrigada?


Funciona sim,teo o centro de cura psoriase Corpo limpo,tratamento de medicina natural metodo unico em portugal,recomendado por terapeutas. http://www.curamos-psoriase.com/site/index.php?option=com_content&view=article&id=10&Itemid=10&lang=pt




Apiterapia
Definimos apiterapia como a arte e ciência de tratamento e cura através das abelhas e todos produtos da colmeia. Mel, pólen, própolis, geleia real, cera, pão de abelha, larvas de zangão e apitoxina(veneno de abelha), são os oito produtos que podemos retirar da colmeia para nosso benefício terapêutico.

O Mel, naturalmente considerado uma fonte de energia, um alimento natural, tem também propriedades medicinais. Enumeramos algumas propriedades curativas e terapêuticas:

Antibacteriano: O mel tem um ph relativamente baixo o que se traduz em pobres condições de vida para as bactérias;Antibiótico O espectro de propriedades do mel contra microorganismos é bastante elevado.

Anti-inflamatório: O mel é um bom antioxidante, contém flavonóides com propriedades anti-inflamatórias.

Bioestimulante: Proporciona a melhor energia para as células vivas.

Curativo: O mel pode curar muitas doenças.

Cicatrizante de feridas: Instala uma barreira viscosa nas feridas, prevenindo a desidratação e invasão de bactérias. Contém enzimas que podem ajudar a cicatrização e estimular a formação de tecidos.

O pólen contém uma grande riqueza de nutrientes, como aminoácidos, carbohidratos, vitaminas, enzimas, etc. Trata-se de um alimento excelente.Algumas das suas propriedades terapêuticas:

Antidepressivo: O polén tem todos os aminoácidos necessários para que o sistema nervoso crie seus próprios antidepressivos, como as endorfinas

Anti-inflamatório: O pólen contém pequenas quantidades de bioflavonóides com forte poder anti-inflamatório.

Antipirético: O pólen ajuda o sistema imunológico.

Melhora a estrutura da pele em função do seu alto teor de vitaminas. O colagénio e a elastina da nossa pele são proteínas cujo pólen contém todos os aminoácidos necessários para a sua produção.

Estimulante: Ajuda o sistema nervoso, os músculos e carrega muita força vital.

Fortalece o sistema imunológico: Quase todas as estruturas relacionadas com o sistema imunológico necessitam de grandes quantidades de diferentes proteínas, feitas de aminoácidos existentes no pólen.

O própolis é o medicamento mais importante das abelhas utilizado nas colmeias por suas propriedades antibacteriana e antiradiação. É 3,5 vezes mais potente como anestésico que a cocaína.Outras propriedades terapêuticas são:

Anti-inflamatório: tem um efeito anti-inflamatório duas vezes superior ao da famosa aspirina.

Antioxidante: o própolis é também uma protecção excelente contra tudo que se relaciona com “fogo” interno e externo.

Antiparasitário: parasitas como a humidade necessitam que seus anfitriões tenham capilares fracos, pele e mucosas internas (endotélios) fracas. O própolis produz o efeito contrário protegendo o anfitrião.

Antiespasmódico: o própolis tem efeitos gerais calmantes, reconfortantes, relaxantes, sedativos, analgésicos, eficaz contra “fogo” calor.

Anti-stress: o stress apresenta sintomas relacionados com espasmos, tensão alta, nervosismo.

Cicatrização de epitélio e endotélio: a pele do corpo é semelhante à casca de uma àrvore.

Depurativo: o própolis auxilia os mecanismos gerais de desintoxicação do corpo, fígado, vesícula biliar, pulmões, rins, intestino grosso, pele, e estimulação de endotélios.

Uso externo: limpa e suaviza a pele, elimina rugas, tem propridades tipo cola, regeneração da pele e desintoxicação local.

Acção imunomodeladora: o própolis ajuda inteligentemente o sistema imunológico, se há demadiada excitação o própolis acalma, ao invés se há muita debilidade o própolis estimula.

A cera: Suas propriedades são antiséptica, emoliente, anti-inflamatória, cicatrizante, auxilia na pele para uma estrutura mais lisa e elástica.

Geleia real: Algumas propriedades terapêuticas:

Estimula as glãndulas suprarenais: esta propriedade explica o êxito da geleia real nas doenças relacionadas com as glãndulas suprarenais como a artrite ou a síndrome de fadiga crónica.

Efeitos sobre a imunidade: explica a utilidade da geleia real em todo tipo de problemas do sistema imunológico, incluindo as doenças chamadas do sistema autoimune.

Efeitos sobre a pele: estimula o metabolismo das células epidérmicas , actua como agente local antibacteriano e antiviral, é famosa como ingrediente de cremes cosméticos que deixam a pele mais jovem e mais limpa.

O pão de abelha congrega as propriedades do mel e do pólen.

Apitoxina(veneno de abelha) administra-se de forma suavizada e gradual reduzindo ao minímo e anulando a dor. Tem efeitos sobre a pele, tecidos, sistema muscular e ósseo, sangue, vasos sanguíneos, enzimas, sistema imunológico, nervoso e endócrino. Tem um efeito rejuvenescedor sobre a pele devido à melhor circulação e aumento da permeabilidade  (+ info)

Ainda sobre a psoríase, gostaría de esclarecer que a minha é no couro cabeludo?


eu acredito que a minha é emocional, pois apareceu depois da minha separação
----------

Eu tenho psoríase a mais ou menos 7 anos, sofri muito inicialmente só tinha no couro cabeludo, se parecia muito com uma caspa comum e insistente, mas depois ela desceu pelo pescoço e foi parar nas costas e quadris, meu cabelo é muito preto, então as caspinhas se destacavam, tudo isso aconteceu num período de muito stress!!!
Mas não se preocupe a semente de linhaça é muito boa realmente, tem ômega tres!!! Mas se vc procurar um dermatologista ele mais te passar uma loção capilar e um xampú!! a loção é o propionato de clobetasol e o xampú é o Polytar!!! Se vc quiser conversar mais comigo pode me mandar uma mensagem já tô craque em psoríase e no que eu puder te ajudar pode contar comigo, atualmente estou curada não tenho quase nada, só uma caspinha ou outra que aparece mas é impercetível, e não tenho mais manchas nas costas, estou perfeita, só preciso emagrecer um tiquinho!!!
Bjs
Bjs  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'psoríase'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.