FAQ - síndrome de fadiga crônica
(Powered by Yahoo! Answers)

Gostaria de saber o que é colite crônica enespecificada?


O meu pai fez uma cirurgia de diverticulite e está usando a bolsa de colostomia já alguns meses, agora ele irá fazer a reversão e em um dos exames deu que ele tinha colite crônica enespecificada, só que o médico não explicou o que era,e estou muito preocupada com isso.Desde de já obrigada.
----------

Colite - inflamação do colon (intestino)
Crônica - antiga
Inespecífica - sem condições específicas.

A denominação ‘colites inespecíficas’ é mais comumente empregada para designar a retocolite ulcerativa inespecífica (RCUI) e a doença de Crohn (DC) no cólon como resultado de suas etiologias ainda incompletamente esclarecidas.

Veja isso, que interessante.
http://www.colorretal.com.br/conteudocompleto.asp?cidconteudo=116  (+ info)

Como eu posso ajudar a minha namorada com os problemas de Síndrome do Pânico e Depressão?


Ela mora la em Gravataí(RS) e eu em Serafina Corrêa(RS), e eu queria q vc's me dessem uma força pra mim ajudar ela.
Agradeço a Todos
----------

Seja um bom ouvinte...

normalmente essas pessoas precisam conversar muito sobre tudo o q passam...

dê alguns conselhos e diga q sempre vai estar ao lado dela.  (+ info)

Síndrome do PÂnico é a doença da moda ou imprecisão de diagnóstico?


10 entre 20 pessoas estão sofrendo deste mal.
Lis:
Não estou passando pro isso
pq não me sinto assim
mas o médico me deu esse
diagnóstico, porém levo uma vida
normalíssima, sem medos...
tô apenas com insônia..isso sim
----------

É uma doença séria e que merece cuidados psiquiátricos.
Agora acho alta essa estatística para corresponder a verdade, por favor, acrescente detalhes citando a fonte. Outra coisa, o médico que pode com certeza diagnosticá-la é um psiquiatra, afinal, uma crise de pânico ou um mal-estar não significa que a pessoa já sofre do transtorno.  (+ info)

A autohemoterapia ajuda ou atrapalha nos casos de portadores de leucemia linfóide crônica?


Na minha pergunta eu falava da TELEVISÃO! Desses políticos todos sabemos, nem pergunta é necessário.  (+ info)

Quem já teve síndrome do pânico pode tomar remédio para emagrecer?


Tenho uma amiga passou por tratamento para síndrome do pânico por 1 ano. Não toma mais antidepressivos, mas começou a tomar remédio para emagrecer por estar MUITO acima do peso. Será que pode??? o endócrino receitou
----------

cuidado!! procure seu medico... alguns remedios podem piorar o caso..  (+ info)

Gostaria de saber se um portador de 37 anos masculino, com síndrome do WPW e com CPK a 361 u/l e CKMB a 9 u/l,


Gostaria de saber se um portador de 37 anos masculino, com síndrome do WPW e com CPK a 361 u/l e CKMB a 9 u/l, corre risco de infarte do miocárdio ? Obrigada.

Gostaria de saber tudo sobre o WPW? Obrigada

Hfortes
----------

Hfortes

Sim!!!! você como todo resto da população mundial correm risco de ter um IAM

Quer saber tudo sobre WPW??? Bom recomendo que compre o livro Tratado de doenças cardivasculares - Eugene Braunwald, lá tem muita coisa interessante sobre o referido tema
Abço
Rhuam  (+ info)

Existe algum exame que mostre que uma pessoa tem síndrome de down ?


Existe alguma forma de síndrome de down que seja mais leve , ou seja , que não compromete a inteligência de maneira significativa , afetando apenas na aparência ?
Por que pessoas com a síndrome ficam sempre com a boca aberta ?
----------

Quando da ocorrência de tal sindrome, sempre é solicitado uma cariotipagem, afim de tirar qualquer dúvida e servir de orientação para uma futura gravidez ou não. boa sorte./  (+ info)

Gostaria de mais infrmações sobe a síndrome de guilhambarret.?


A síndrome pode prejudicar a fertilidade?
A medicação utilizada pode aumentar a probablidade de formação de cálculo renal, principalmente por oxalato de cálcio?
----------

A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença rara na qual os nervos periféricos se deterioram. Estes nervos enviam mensagens do cérebro para os músculos, instruindo-os a se moverem, e também levam sensações como a dor, prazer, gosto, etc., para o cérebro. O dano de um nervo causa freqüentemente fraqueza muscular (muitas vezes chegando a causar paralisia total), e pode causar anormalidades de sensação, inclusive dor, formigamento, sensação de “comichão na pele”, ou até desequilíbrio.
Ninguém sabe o que causa a síndrome de Guillain-Barré. Na maioria dos casos é uma desordem auto-imune na qual o sistema imunológico do corpo ataca e destrói a cobertura de mielina que envolve os nervos longos, muito semelhante ao isolamento ao redor de um fio de eletricidade. A Mielina protege o nervo e ajuda a acelerar a transmissão dos impulsos elétricos por ele. Se a mielina é destruída, os impulsos nervosos viajam muito lentamente e podem ser interrompidos. Se os músculos não são ativados, eles não funcionarão corretamente. Por esta razão as pessoas com a síndrome de Guillain-Barré experimentam fraqueza e paralisia de certos grupos musculares.
Como a doença acomete somente algumas pessoas é um mistério. Em mais de dois-terços dos pacientes, a síndrome de Guillain-Barré ocorre três semanas após uma doença virótica, como um resfriado ou a gripe, ou após uma infecção bacteriana (particularmente a bactéria chamada Campylobacter jejuni que causa infecções intestinais). Alguns cientistas acreditam que o vírus causador pode afetar as células do sistema nervoso de forma que elas são atacadas pelo sistema imune do corpo. Alternativamente, o vírus pode sensibilizar partes do sistema imune de forma que isto ataca a mielina. Pesquisas das causas da síndrome de Guillain-Barré continuam.
O tratamento da síndrome de Guillain-Barré envolve, em primeiro lugar, controlar a paralisia da respiração, se ela acontecer. A maioria dos pacientes com síndrome de Guillain-Barré é hospitalizada, porque a doença pode debilitar os músculos do tórax a tal ponto que a respiração torna-se difícil ou impossível. Em um hospital, os pacientes podem ser monitorados e serem postos em um respirador, se necessário. Se a síndrome de Guillain-Barré causa paralisia das pernas ou dos músculos dos braços, o paciente precisará de suporte para ajuda-lo com atividades diárias como comer e fazer sua higiene pessoal.
Há dois tratamentos que se mostraram eficientes em fazer acelerar a recuperação, e reduzir a severidade da síndrome de Guillain-Barré:
· A Plasmaferese na qual sangue é retirado do paciente, depois separado em seus componentes: plasma (a porção líquida de sangue) e células (hemáceas, leucócitos e plaquetas). As células do sangue são recolocadas então no corpo. O corpo fabrica mais plasma para compensar o que foi retirado.) Ninguém sabe como este tratamento funciona, mas a maioria dos cientistas acredita que a plasmaferese remove as substâncias do plasma (como anticorpos e complemento) que participam do ataque do sistema imune aos nervos periféricos.
· Infusões de imunoglobulina: As imunoglobulinas são uma mistura de anticorpos produzidos naturalmente pelo sistema imune do corpo. Doses altas de imunoglobulina podem trabalhar bloqueando os anticorpos que contribuem para a doença.
Corticosteróides, um tratamento usado antigamente, nunca deve ser usado para tratar a síndrome de Guillain-Barré, porque foi demonstrado que eles fazer a doença piorar.
Depois que a recuperação começa, os pacientes precisarão de fisioterapia motora e respiratória para lhes ajudar a recuperar a força e o próprio movimento.
Embora a síndrome de Guillain-Barré seja uma desordem terrível, o prognóstico a longo prazo é geralmente bom. A maioria dos pacientes tem recuperação completa, embora possa levar meses, ou até mesmo anos, para recuperar a força e o movimento anteriores à doença. Aproximadamente 30 por cento dos pacientes ainda permanecem com um pouco de fraqueza até três anos após a melhora da doença. Só aproximadamente 3 por cento de pacientes têm um retorno da fraqueza e do formigamento anos depois. Uma porcentagem muito pequena de pacientes, aproximadamente 3 a 5 por cento, morre, quase sempre porque eles desenvolvem uma paralisia da respiração antes que eles cheguem ao hospital.  (+ info)

Quais são os exercícios realizados nas Psicoterapias para pacientes com síndrome do pânico?


Me indicaram fazer uma terapia que resulta em exercícios físicos que ajudam no controle da síndrome do pânico. Alguém poderia me indicar algum link que tenha desenhos e exemplos ou detalhar como fazer esses exercícios.
----------

Olha o q eu sei é q o exercicio mais indicado para isso é a yoga q ajuda a controlar a ansiedade, trabalha a respiração e a concentração, agora se vc está procurando por uma cura não vá atras de psicologos e nem psiquiatras, eu tive durante 8 anos, tratei com psiquiatra, tomava vários remédios e só me sentia pior, tratei com psicologos, conversas pra essa coisa não resolve, não adianta querer entender o pq, ninguem sabe de onde vem e pq começa, então procurei um terapeuta olistico q já tinham me falado, mas eu achava bobeira, mas fui, tomo remédios naturais e não será para sempre, estou em tratamento há 3 meses, na primeira semana já voltei a sair de casa e frequentar vários lugares q nunca ia, as vezes me sentia mal até dentro de casa, hoje vivo muito bem, sem apertos, sem angustias e sem medos, estou prestes a começar um novo serviço, estou bem melhor, vale a pena tentar.  (+ info)

O que causa cervicite crônica com metaplasia escamosa da endocervix?


Deu essse resultado na minha biópsia mas qual a causa, em que consiste e qual o tratamento? Tô nervosa!
----------

Isso não é nada, 50% das mulheres jovens têm.
A pele que tem dentro do colo uterino é mais molinha do q a pele que tem de fora. As vezes acontece de a pelinha de dentro ficar mais pro lado de fora e, com os "traumas repetidos": contato com bactérias, relação sexual, ele vai ficando "machucado" e vai mudando um pouco as suas características (metaplasia), pra tentar ficar igual a pele de fora (escamosa). É igualzinha a pele da boca. A pele de dentro (mucosa) não é mais molinha do que a pele do lábio (escamosa)??
Fica tranquila, pq isso é comum. E se cauterizar, vai voltar. Eu tenho, vc tem, um monte de gente tem  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'síndrome de fadiga crônica'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.