FAQ - transtornos psicóticos afetivos
(Powered by Yahoo! Answers)

qual a possibilidade de alta pelo o inss para quem sofre de depressao esquizoafetiva a 2 anos?


ola bom dia a todos.

meu pai esta afastado pelo inss a quase dois anos com depressão grave
cid.f25.1 cid-10 esquizoafetiva teve sua habilitacao recolhida pelo detran
de sp ele continua a tomar remedios como calmantes e anti psicoticos e
vai faser nova pericia no dia 12 de agosto ele trabalha com transporte -
escolar e possivel que o inss suspenda o seu beneficio porque o medico
psiquiatra dele falou para mim que ele não vai ficar bom tão cedo ou não
vai mais melhorar eu particular mente nao vi melhora alguma no seu qua
dro. estou preocupado caso isto aconteça oque devo faser alguem pode
me ajudar.
----------

A questão é que parece que os Psiquiatras não lêem as NORMAS do INSS.

Um PERITO é um médico e se baseia no histórico fornecido.

Um ITEM para aposentadoria que tem que ser levado em conta pelo Psiquiatra em seu laudo é a afirmação de "Alienação Mental", estando incapacitado para o trabalho de modo permanente.
('alienação mental - incapacitante laborativo').
Mas normalmente se fazem de 'entendidos' e não assinam o Laudo com o item que de fato interessa e está nas Normas.

Portanto se o médico psiquiatra assinar este laudo com estas características, o Perito poderá optar pela Aposentadoria por invalidez e não precisar de renovar auxílio de saúde.

E isto é mais uma prova de que a Psiquiatria não tem tecnologia de cura e alguns destes profissionais dizem que muitas doenças não possuem cura - claro, com medicamentos não irão curar mesmo!
Mesmo assim, dei a dica técnica, mas nem todos os médicos estão atentos para isto ou desejam mesmo ter seus pacientes até...

Toda doença mental já tem cura. TODAS.
E a Dianética prova isto.  (+ info)

Quem tem depressão grave com sintomas psícoticos,pode ser reabilitado?ou fazer reabilitação?


Se você esta sendo tratado por um psiquiatra e provavelmente acompanhado de terapia, com certeza sua reabilitação será restabeleci da  (+ info)

Descobri semana passada que tenho um tipo diferente de epilepsia. Gostaria de conversar com pessoas que também?


tem epilepsia, ou que tem parentes que tem.A medicação mudou minha forma de ser, de agir, estou controlada. Na verdade, o que toda minha família sempre considerou como ataques de loucura ou surtos psicóticos, eram crises epileptiformes. Meu médico me fez aceitar esse fato numa boa, porque ele me deu, com simplesmente dois exames, uma explicação para a minha "loucura". Agora sei que eu não sou louca, sou normal, apenas tenho epilepsia, e já estou tomando medicação e me sentindo melhor. Alguém aí já passou por essa experiência? Detalhe: eu ainda não tive coragem de contar o diagnóstico para minha família. Tenho medo de que eles fiquem com medo de mim, ou do que possa me acontecer...
----------

Procure no orkut alguma comunidade de epilepsia... lá vc poderá encontrar pessoas com as mesmas questões que vc e ainda tirar duvidas!!

abçs  (+ info)

Resposta a Jirassol (diretamente da minha pergunta anterior)?


Por acaso Jirassol, a idade de 12 anos não é infantil. Uma "criança" pode fazer coisas que até adultos psicóticos não fariam, tal como o caso de 1993, em que dois garotos de 10 anos de idade da Inglaterra sequestraram um menino de 2 anos, e em seguida o estupraram, torturaram-no e o mataram com pedradas na cabeça, e ao término ainda botaram o corpo em uma ferrovia de trem, que por sua vez partiu o corpo dele ao meio.

Tenha mais cuidado antes de falar com crianças, pois algumas podem estar brincando de pega-pega, como você me aconselhou, porém algumas podem estar diabolicamente assasinando alguém.

Para além disso, tudo depende da maturidade da criança.

Bjs
----------

...

a febem existe para que?
para prender esses marginais mirins...

pelo o que eu vejo... o pessoal que trabalha em sistema penitenciario... prefere trabalhar em prisao feminina ou masculina....

eles evitam trabalhar em prisao de menor...

eles dizem que esses menores sao mais frios e calculistas que os adultos... quando praticam os seus atos insanos ou quando eles resolvem se rebelar e pegar os agentes penitenciarios como refem....

eles dizem que os menores sao piores que os adultos....

acredito... pois algumas dessas crianças ja nascem com o ''sangue''de assassino, psicopata e por ai vai.....

para vc fazer ideia o estado paga mais para quem trabalha na febem... do que nos outros sistemas penitenciarios...

eu sinceramente nao tenho a minima do quando eu vejo policiais batendo em um trombadinha na rua...
fico pensando quantas pessoas ele roubo, torturou mentalmente e matou... na frieza pura....

eu sinceramente espero nunca cruzar com esses trombadinhas na rua... e tb n desejo que eso aconteça com outrem...  (+ info)

Eu não consigo gostar ou me relacionar com as pessoas.?


Eu tenho TBH cm sintomas psicoticos, e um dos meus sintomas é mania de perseguição, antes de ficar cm esse problema eu tive varias decepçoes seguidas cm muitas pessoas, até cm parentes, e comecei a desenvolver isso ate chegar num caso mais grave de bipolaridade que nem mesmo meu psiquiatra conseguia controlar cm as medicações. Cheguei a me tratar cm litio, antidepressivos, ansiloticos, estabilizadores de humor, antipsicoticos como risperidona, stelazine, zyprexa, e atualmente o seroquel, pra conter essa mania de perseguição. O fato que devido a isso eu vou ter q aposentar por invalidez so cm 28 anos, eu nao consigo conviver cm ninguem, ate minha mae sofre cm isso, pk eu fico desconfiada de tudo e de todos, ate se olharem pra mim ou me dirigir a palavra. Eu nao consigo controlar isso, algo me bloqueia, o fato que detesto gente, se eu pudesse iria p um lugar viver sozinha sem ninguem por perto. O que eu devo fazer?
----------

Há quanto tempo toma Seroquel? Eu acredito que em 6 meses em média (com a dose adequada ao seu organismo) esses sintomas poderão desaparecer. E quando isso ocorrer o segundo passo é terapia, se possível em grupo. Dessa maneira você gradativamente vai retornando ao convívio natural com as pessoas. Eu posso dizer que passei exatamente tudo que você está passando, exceto a aposentadoria. E afirmo que levou certo tempo para que a medicação fosse eficaz. Valew a pena. Há 4 anos eu tomo 300mg de Seroquel. Já cheguei em 600 mg quando as coisas estavam piores (sintomas de perseguição, por exemplo). Aproveitando, se quiser conhecer um trabalho que desenvolvo em transtorno bipolar do humor, acesse: http://bipolarbrasil.blogspot.com (eu acredito que possa lhe ser muito útil, para enfrentar tudo isso). Eu lhe entendo, porque sou bipolar e sofri o que você está sofrendo. Boa sorte e conte comigo! Will  (+ info)

QUE SUSTO depressao a mais de dois anos?


Bom dia a todos esta noite eu tomei um baita susto com minha esposa era umas 3hs da madrugada quando fui acordado com ela -
revirando a geladeira dizendo que alguns homens entraram em casa -
e colocaram remedios na comida que ela não pode mais comer nada
porque eles querem que ela fique louca e querem faser experiencias -
com ela eu já não sei mais oque faser ela esta tomando os remedios
certinhos na hora exata toma calmantes e anti psicoticos oque eu vou
faser sera que isto já e um começo de louca o cid dela e F25.1 cid 10
alguem sabe me dizer oque faser e se e loucura mesmo.
----------

bom dia.com certeza já e um começo de squizofrenia vá ao psiquiatra
dela urgente meu amigo para ela não piorar valeu.  (+ info)

Restabelecimento de Benefício/Aposentadoria por Invalidez, ação contra INSS junto ao JEF ?


Por gentileza gostaria de receber respostas efetivas e com seriedade.

Em 02/2003 fui afastada da empresa onde trabalho por problemas psiquiátricos, no caso, na época, e durante o recorrer do benefício, estava eu diagnosticada com CID 10 - F32.2 + F41.1. Na tentativa de melhorar passei por diversos médicos, medicamentos que foram alterados, praticamente tomei de tudo que consta disponível, e não havia nenhuma melhora. Este benefício que teve início em 02/2003 foi cancelado, ou melhor indeferido pelo INSS em 9/02/2009, mesmo eu ainda estando incapacitada ao trabalho. Tentei restabelecer o benefício, tentei um novo benefício, e recebi somente indeferimentos do INSS, e diante disso, mesmo a contra gosto do meu atual médico (com quem estou em tratamento fazem 2 anos) resolvi arriscar e retornar ao trabalho, que datou efetivamente retorno em 31/03/2009, porém este retorno só veio a agravar minha doença, e fui afastada novamente em 6/07/2009, e agora estou diagnosticada com F31.5 (transtorno afetivo bipolar, episódio atual depressivo grave com sintomas psicóticos), tomo 5 tipos de medicamentos, não apresento melhora, as vezes meu médico parece não saber mais o que fazer para me ajudar, sofro com alucinações visuais, auditivas, olfativas, idéias persistentes de suicídio, homicídio e agressões a terceiros, não me reconhecendo mais, e temendo até pelas vidas de meus familiares, por conta dessas idéias monstruosas que me veem a mente! Tentei novamente benefício no INSS, onde novamente recebi indeferimento, e no momento estou afastada sem receber nada! Fui orientada a procurar o JEF na Av Paulista, 1345, para entrar com ação contra o INSS (restabelecimento de benefício/ e converção deste para aposentadoria por invalidez) Tenho algumas dúvidas:

1- Tenho o direito de receber benefício referente ao período de 9/02/2009 à 31/03/2009?
2- Tenho o direito de solicitar o restabelecimento desse antigo benefício, mesmo tendo retornado ao trabalho por pouco tempo (97 dias no total) ?
3- Quais são as minhas chances junto ao JEF? O fato de ter retornado ao trabalho, tendo piorado o meu quadro, pode me prejudicar de alguma forma?
4- O restabelecimento do benefíco antigo, e converção posterior em aposentadoria por invalidez, quais as minhas chances junto ao JEF?

Peço desculpas pelo longo texto, e desde já agradeço a quem puder me esclarecer as dúvidas apresentadas.

Obrigada.
Denilson,

Muito obrigada pela resposta, mas ainda tenho dúvidas...
Quando eu perguntei "Tenho o direito de solicitar o restabelecimento desse antigo benefício, mesmo tendo retornado ao trabalho por pouco tempo (97 dias no total)?" Eu me referi ao fato de perder o direito como segurada do INSS, devido ao retorno, ainda que "forçado".
E você também disse: "Com certeza te prejudicou e poderá acionar judicialmente por agravo a sua história clínica se puder provar este agravo, poderá solicitar indenização."
Provas: tenho cópia do prontuário médico da minha empresa, um histórico que praticamente mostra o agravamento da doença. Eu também poderia pedir ao meu médico um relatório sobre isso, mas... como faço para solicitar indenização? e de quem eu devo solicitar isso? uma ação contra o INSS?

Obrigada
----------

1- Tenho o direito de receber benefício referente ao período de 9/02/2009 à 31/03/2009?

R: Vias de regra não tem, porém poderá constestar judicialmente seu indeferimento e tentar receber.

2- Tenho o direito de solicitar o restabelecimento desse antigo benefício, mesmo tendo retornado ao trabalho por pouco tempo (97 dias no total) ?

R: Vias de regra não tem, porém poderá constestar judicialmente visto que é leiga no assunto.


3- Quais são as minhas chances junto ao JEF? O fato de ter retornado ao trabalho, tendo piorado o meu quadro, pode me prejudicar de alguma forma?

R: Com certeza te prejudicou e poderá acionar judicialmente por agravo a sua história clínica se puder provar este agravo, poderá solicitar indenização. Suas chances de ganhas são boas se puder provar tudo que esta dizendo, se tiver internações por esta patologia solicite cópia do prontuário.


4- O restabelecimento do benefíco antigo, e converção posterior em aposentadoria por invalidez, quais as minhas chances junto ao JEF?

R: Boa chances se possuir toda documentação comprobatória, provavelmente será avaliada por um perito do INSS especialista em psiquiatria.

Espero ter ajudado.  (+ info)

Tais doenças podem causar aposentadoria?


A Distonia Cervical / Torcicolo Espasmódico (CID G24.3), juntamente com Episódio Depressivo Recorrente Grave com Sintomas Psicóticos (CID F33.3), em laudos que evoluiram para estes CIDs em mais de um ano, sendo estes os atuais, podem causar aposentadoria diretamente de forma administrativa junto ao INSS ou talvez por via judicial previdenciária? Leva-se em consideração de a distonia é uma doença crônica, incurável e dolorosa, bem como com questão estética prejudicada. E o episódio depressivo consta sintomas psicóticos. Agradeço a atenção e aguardo vossas informações.
Prezado "Jacques";
Não se preocupe! Eu entendo que este não é assunto para um "retratista" mediano....
----------

Di Jesus, como você mesmo disse: "a distonia é uma doença crônica, incurável e dolorosa". consegue sim,mas se estiver tendo dificuldades com o INSS, a melhor coisa a ser feita é contratar um advogado que entenda das coisas relacionadas ao INSS.
Tenha um ótimo relatório médico isso é importantíssimo,porque o médico que avalia nunca é o especialista certo,só quando eles já vão aposentar.

Boa sorte, estou torcendo por você ! Deus te acompanhe!  (+ info)

Quem toma ante depressivo pode dirigir veiculos?


Ola estou com muitas duvidas Meu marido toma remedios para depre-
ssao.e anti psicoticos muito fortes ele e motorista proficional trabalha-
no transporte escolar com crianças esta afastado ja faz um ano vai -
faser uma nova pericia agora em março sua CNH foi aprendida pelo -
detran a pedido do inss por no minimo um ano mas o inss so deu cinco meses para ele a sua CNH so vai ser liberada em setembro isto
se ele estiver apto ai eu me pergunto e se ele nao passar na pericia -
como e que vai faser sera que o inss nao tem que acompanhar o pra-
zo da CNH ele esta com depressao esquizoafetiva com sintomas de -
esquizofrenia eu nao sei o grau desta doença mas de uma coisa eu -
sei deus que me livre se voltar a trabalhar ainda mais com criaças ele
pareçe estar louco estou muito preocupada oque eu fasço.
----------

vc deve agir com bom senso nessas horas.
se ele tem um problema de saúde e precisa de tratamento, a saúde vem em 1º lugar, mesmo que os medicamentos o prejudiquem a dirigir, pois antipsicóticos são muito sedativos e atrapalham a percepção ao volante.Ele não deve dirigir, até que o psiquiatra dele e perícia do INSS o apontem como apto para trabalhar.
Caso dirigir seja ato perigoso, pq não outra atividade de menos risco e responsabilidade?  (+ info)

Qual o tipo de depressão (CID F???) que causa aposentadoria?


Em um processo de aposentadoria existe divergência entre os CIDs informados no processo e os de fato no laudo. Gostaria de saber qual o CID de depressão que aposenta e quais são seus sintomas? Ex: CID F33.? qual o que aposentaria. Necessariamente é o CID que envolve sintomas psicóticos negativos?
Obrigado.
----------

Depressão não é doença para aposentadoria.

A psiquiatria diz que controla, então o INSS não poderia aposentar.

No entanto, já existe cura de todas as doenças psicossomáticas com tecnologia moderna de saúde mental e sem medicamentos (não pertence à psicologia).

O que pode ser conseguido em perícia no INSS é um tempo para tratamento e, depois ser renovado, mas não por muito tempo...  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'transtornos psicóticos afetivos'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.