FAQ - tuberculose pulmonar
(Powered by Yahoo! Answers)

Como a tuberculose causa lesões no Pâncreas e no Baço sem causar lesões Pulmonares?


A tuberculose é um problema de saúde prioritário no
Brasil, que, juntamente com outros 21 países em desenvolvimento, alberga 80% dos casos mundiais da doença. O agravo atinge a todos os grupos etários, com maior predomínio nos indivíduos economicamente ativos (15-54 anos) e sexo masculino. Doença infecciosa, atinge
principalmente o pulmão. Após a inalação dos bacilos estes atingem os alvéolos (primoinfecção), onde provocam uma reação inflamatória e exsudativa do tipo inespecífico. A infecção benigna pode atingir linfonodos e outras estruturas; em 90% dos indivíduos infectados o sistema imunológico consegue impedir o desenvolvimento da doença. Em 5%
dos indivíduos observa-se a implantação dos bacilos no parênquima pulmonar ou linfonodos, iniciando-se a multiplicação, originando-se o quadro de tuberculose primária. A tuberculose pós-primária ocorre em 5% dos indivíduos infectados que já desenvolveram alguma imunidade, através da reativação endógena ou por reinfecção exógena, sendo a forma pulmonar a mais comum. Os sinais e sintomas mais freqüentes são comprometimento do estado geral, febre baixa vespertina com sudorese, inapetência e emagrecimento. A forma pulmonar, apresenta-se com dor torácica, tosse inicialmente seca e posteriormente produtiva, acompanhada ou não de escarros hemoptóicos. Nas crianças, é comum o comprometimento ganglionar mediastínico e cervical (forma primária) que se caracteriza por lesões bipolares: parênquima e gânglios. Nos adultos, a forma pulmonar é a mais freqüente. PODE afetar qualquer órgão ou tecido, como pleura, linfonodos, ossos, sistema urinário, cérebro, meninges, olhos, entre outras. A forma EXTRAPULMONAR é mais
comum nos hospedeiros com pouca imunidade, surgindo com maior freqüência em crianças e indivíduos com infecção por HIV.

Um abraço.  (+ info)

Tuberculose na perna: como se dá e qual o tratamento?


O médico diagnosticou como tuberculose localizada na perna. O tratamento é igual ao da pulmonar? É também transmissível?
----------

Tuberculose

O curso da infecção da tuberculose varia nas pessoas de acordo com a resistência racial ou individual.Quanto maior a resistência melhor será a evolução da doença.

Índioe e negros possuem menor resistência ao bacilo gerando,então, a tuberculose racial.Já os brancos possuem maior resistência ao bacilo tendo pequeno índice de tuberculose racial

Existem pessoas com resistência à tuberculose de origem genética que não apresentam tuberculose, mesmo em áreas ricas em bacilos.

Fatores que alteram o curso da tuberculose:

A. Ordem do parasita
· Quantidade de bacilos (quanto maior o número de bacilos, maior a severidade da doença quanto a lesões)

· Virulência dos bacilos (Dentro de uma mesma cepa de bactérias existem diferentes virulências gerando vários cursos para a doença).



B. Ordem do hospedeiro:

1. Resistência natural:

Fatores raciais e individuais no que diz respeito à hereditariedade.Quanto maior os casos de tuberculose na família, maior a chance de aquisição de tuberculose por outros componentes da família. Gêmeos bi ou univitelinos têm 1/3 de chance de ter tuberculose se o irmão tiver a doença.



2. Fatores ambientais:

Desnutrição, “stress”físico e psicológico, fadiga, super – povoamento,condições de higiene e abitação, estado econômico, ocupação (médicos e outros em áreas de maior bacilos.) predispõe `tuberculose.

Dois ou mais desses fatores podem estar associados aumentando a chance de ocorrência da doença.



3. Doenças intercorrentes:

Diabetes (com processo inflamatório constante tem maior evolução da tuberculose.),Alcoolismo (relacionado à nutrição )e Silicose (Indivíduos que trabalham em pedreiras.)



4. Idade e sexo:

· Maior número de resistentes têm de 5 a 14 anos.

· Homens são mais susceptíveis quando maior de 40 anos.

· Mulheres são mais susceptíveis no período reprodutor. (Entre 18 e 40 anos).

· Ambos tem igual susceptilidade antes da puberdade. Crianças pequenas possuem menor resistência à tuberculose.



5. Resistência adquirida:

Imunidade e hiperssensibilidade estão relacionados ao curso da tuberculose e ao tratamento.

O bacilo tem lipóides em grande quantidade na sua estrutura própria. Além disso, existem muitos protídeos e hidrocarbonetos (menor importância). Tais lipóides agridem e sensibilizam o organismo. Numa infecção posterior, o organismo reconhece o lipóide e desenvolve uma reação imune contra o bacilo ( certa imunidade). Isso foi estudado por Koch da seguinte forma:

Pegou-se uma cobaia normal (nunca em contato com o bacilo) e nela era injetada, na coxa, bacilos virulentos. Alguns dias depois, o ponto de inoculação desaparecia e aparecia um nódulo no lugar. Depois tal nódulo sofria ulceração e o gânglio linfático próximo torna - se aumentado. Depois havia disseminação do bacilo e a cobaia morria.

Numa cobaia com tuberculose anterior fazia-se o mesmo procedimento.Entretanto, não havia nódulo e o ponto de inoculação aparentemente se curava. Tempos depois aparecia uma úlcera a qual desaparecia gruadualmente e se curava. Nesse caso, o gânglio não aumentava de tamanho e a tuberculose não se disseminava.

Este processo foi chamado de fenomeno de Koch. Ele é explicado por um fenômeno alérgico que se desenvolve no idivíduo previamente sensibilizado pela tuberculose.

Cientistas atenuaram virulência do bacilo e os inocularam no indivíduo normal causando sensibilização da pessoa . Quando a pessoa entrar em contato como bacilo, ocorre o que aconteceu com a 2º cobaia.

Isso também é feito na reação de Manteaux, reação introdérmica para saber se a pessoa está ou não sensibilizado pelo bacilo.

Tuberculina é uma proteína produzida pelo bacilo. Ela é injetada no indivíduo pesquisado e há uma reação inflamatória . Dependendo do tempo e de como ocorre a reação, sabe –se se o paciente teve ou não infecção pelo bacilo

Reação positivasignifica que houve sensibilizado e o inverso ocorre com a reação negativa.

PPD (Derivado protéico purificado) é uma tuberculina purificada na Reação de Manteaux. Quando a reação é positiva encontramos halo avermelhado e endurecido. Nesse caso, a pessoa está sensibilizada e não necessariamente doente.

Na BCG há bacilos atenuados oriundos de lesões de tuberculose. No Brasil, dá a vacina ao nascer o que permitia que a prevalência ficasse controlada. (Isso não ocorre atualmente).



Reações Teciduais
Lesões exsudativas: Nela identifica- se o bacilo.

Lesões produtivas: Características da tuberculose. Por isso são chamadas de lesões específicas. Elas praticamente determinam a tuberculose. Elas formam conglemerados de histiócitos modificados pela presença do bacilo. Essa modificação é morfológica e funcional, sendo que ela é chamada de célula epitelióide já que se assemelha à célula epitelial(entumecida, próximas uma das outras, sem substância fundamental intercelular).

Esse conglomerado de histiócitos é chamado de granuloma ou folículo de Kosten ou tuberculo míliar.

Dependo da quantidade de bacilos, da virulência do bacilo o folículo pode se confluir com outros e a parte central pode sofrer necrose de caseificação e por isso recebem o nome necrose caseosa.

Os bacilos que estão dentro do histiócito promovem degeneração desse histiócito gerando necrose de coagulação.

Nesses nódulos, não existe vascularização.

Necrose do foliculo representa a patogenicidade do bacilo e a ausência de vascularização no nódulo.



Lesões Exsudativas
No pulmão é muito comum pois a fase exsudação predomina na região inflamada pelo bacilo.Toda a região inflamada passa pela fase de lesão exsudativa em maior ou menor quantidade.

Pode haver um compretimento extenso do pulmão por lesões exsudativas promovendo descamação de histiócitos para o interior do alvéolo e ida de líquido inflamatório para o alvéolo.

Na superfície também ocorre lesões exsudativas representadas por peritonite, endocardite do tipo exsudativas com complicações em junções articulares, peritônio.



Evolução e involução das lesões


Evoluções:

· Progressivas: Caseificação de região afetada. Ao redor da lesão da lesão ocorre proliferação do tecído conjuntivo cicatricial. Mas se isso não ocorrer e o material caseoso sair da região, deixa um orifício na região formando a caverna tuberculosa.

Na parede da caverna existe tecido característico da tuberculose.

Aspergilose na caverna: “cogumelos”na caverna tuberculose.

O bacilo vive bem em altas pressões parciais de oxigênio. Então,há grande problema na tuberculose aberta onde há contato com brônquio e excreção do caseo. A tuberculose aberta também é problemática pela frequente eliminação de gotículas de Pfluger, rica em bacilos resistentes à dessecação. O bacilo se mistura com poeira e é inalado por outras pessoas.



· Involutiva: Fibrose e calcificação das lesões. Isso impede que o caseo saia da lesão, tanto na lesão exsudativa quanto na progressiva.

A evolução natural do histócito é transformar-se em fibroblasto.

Na área de fibrose pode haver hialinização e calcificação. Além disso, pode haver metaplasia óssea na área da lesão .



A grande maioria das portas de entrada da tuberculose é a via respiratória. Através do pulmão, a tuberculose vai se disseminar atingindo até linfonodos.

Os histiócitos podem se confluir ( seus citoplasmas) sem fundir os núcleos originando as células gigantes langants,que são multinucleadas.Elas possuem núcleos centrais com gotículas de gordura e podem tambem estar no granuloma.

As únicas células sempre presentes no granuloma são os histiócitos. Cëlulas epitelióides, células gigantes, halo linfocitário (que se confunde com linfócitos do próprio linfonodo) podem ou não estar presentes  (+ info)

É normal sentir dor na garganta estando com tuberculose?


Estou no 8° mês de tratamento contra a tuberculose(pulmonar). Vou ao médico com frequência. No começo da doença, eu sentia dor na garganta, mas após começar a tomar a medicação, diminuiu. Mesmo assim, ainda sinto dor quando respiro fundo. Meu médico não explica a causa, nem quando isso vai passar. Alguém já teve o problema?
----------

A dor de garganta pode ser por causa de tosse, por exemplo. Não sei se tuberculose ganglionar pode causar dor de garganta, mas seria uma possibilidade...  (+ info)

É possível que o tratamento para a tuberculose dure apenas 1 mês?


Ao fim de um mês de tratamento do meu namorado, a médica disse que já estava quase bem. Que ainda não sabiam a origem dele ter contraído e desenvolvido a tuberculose
----------

ESTOU TE MANDANDO UM LINK A RESPEITO DO ASSUNTO. ESPERO QUE AJUDE NA SUA DÚVIDA. ABRAÇOS.  (+ info)

A partir da hora que eu detecto que eu tenho Tuberculose eu já sou transmissor?


Ou vai depender da quantidade de vírus que eu tenho no corpo. Tem um colega meu que tosse muito e a gente bebe muita pinga e sempre dividimos os copos, pode ser que eu venha pegar a tuberculose dele caso ele o tenha? Emagreci uns 5kg em uma semana, posso ter contraído já a doença?
----------

Vá a um posto de saúde de seu bairro, lá fazem o exame de graça e dão os remédios.
Você já é transmissor.
Vai pelo ar,
uma única vez que tussa deixa milhares de bacilos no ar.  (+ info)

Voce ja ouviu falar que a gripe suina e a tuberculose disfaçada?


Chegaram a essa conclusão , depois de ve que a maioria das pessoas
não tratam ;gripe e resfriados como deviam , deixando os focos
ficarem incubados e se espalhando por todo organismo , com isso
muitos ficam com inflamação da pleura e acarretando a peneumunia e
chegando a tuberculose silenciosa! Por isso o vírus fácil de ser
transmitido!

Beijos sabor algodão doce , amo vocês
Marquesa, essa se diz silenciosa ,pois
se manifesta como uma gripe , mais quando isso acontece , ja os orgão respiratorios ja estão todos comprometidos e danificados ,sendo
dificil o controle!
E bom observa essa notificação!!
Zezeinha, meu irmão muito obrigada por seu carinho , eu amo voce !!
----------

Vc sabe de muitas coisas NE? é por este motivo q é a minha irmã preferida.  (+ info)

É possível que haja um diagnóstico errado de câncer de pulmão e a verdadeira doença seja tuberculose?


E qual das duas pode ser tratada com mais facilidade ?
Um paciente que já iniciou o tratamento de câncer e descobre que na realidade sua doença era tuberculose, quais são os riscos ?
Obrigado!
----------

Nemesis, isto não é desejável, porém é possível ocorrer dependendo do meio através do qual ocorreu o diagnóstico. A medicina é exercida por humanos e o erro, infelizmente, é inevitável, embora ninguém goste de errar, mesmo o autor do erro, quanto mais a vítima. A minha atitude nunca é de crucificar quem errou a não ser que o erro seja a regra, porque todos nós podemos eventualmente errar. Qual foi o exame que afirmou que era tuberculose? Radiografia, tomografia, citologia, biópsia, bacterioscopia? Em qualquer dos níveis (tipos de exame) é possível a dúvida e o erro. Se vc me disser que foi uma biópsia que afirmou ser tumor quando na verdade o diagnóstico é tuberculose isso seria raríssimo. Se vai ser fácil ou não o tratamento não depende apenas se é um câncer ou a tuberculose, pois depende de outros dados como o volume do tumor e o seu tipo histológico. O câncer pulmonar apresenta uma mortalidade muito mais alta do que a tuberculose, isso é que é importante dizer. Ou seja, o paciente quando recebe o diagnóstico de câncer pulmonar dificilmente deixa de morrer em consequência da doença. Porém tudo depende do estágio. O diagnóstico de tuberculose é muito mais demorado do que o tratamento do câncer, porém o Índice de Mortalidade é menor. Ao final da sua pergunta tem a frase "quais são os riscos". Não entendi risco do quê. Da troca dos diagnósticos? riscos de morrer?
Espero ter ajudado a dirimir as suas dúvidas.  (+ info)

Qual a doença do sistema imunitário mais comum que está na origem da tuberculose? Pode ser a diabetes?


meu namorado é dono de discotecas. Ele contraiu tuberculose e desenvolveu diabetes há uns meses. Ele diz que os médicos ainda não sabem o que ele tem. o que será?
----------

Pode, mas so se estiver descontrolada. A boemia sempre foi associada a tuberculose pois o alcolismo predispoe à tuberculose, entao, é mais provavel que seu namorado seja alcoolatra e por isso tem tuberculose, ou vive com quem tem, em um ambiente pouco ventilado e escuro.
Os medicos ja devem saber o q ele tem, ele que nao sabe, ou nao conta para vc. Tuberculose tambem eh comum em quem tem Aids. sera q é por isso q ele nao te conta?  (+ info)

Se a tuberculose pode manifestar através de glândulas no pescoço?


E se a trombose tem alguma coisa relacionada a tuberculose
----------

Amigo, a tuberculose pode sim se manifestar através dos gânglios do pescoço e a trombose não tem nada a ver com a tuberculose. Boa sorte.  (+ info)

Tuberculose pode ser adquirida sem contato com portadores da doença?


Preciso saber se há alguma maneira de adquirir tuberculose sem ter contato com pessoas que possuem a doença... Por favor preciso saber disso o mais breve possível.
----------

Sim, a tuberculose pode ser adquirida sem contato com portadores da doença. Geralmente, pega-se a doença pelo ar contaminado eliminado pelo indivíduo com a tuberculose nos pulmões. A pessoa sadia inala gotículas, dispersas no ar, de secreção respiratória do indivíduo doente. Este, ao tossir, espirrar ou falar, espalha no ambiente as gotículas contaminadas, que podem sobreviver, dispersas no ar, por horas, desde que não tenham contato com a luz solar. A pessoa sadia, respirando no ambiente contaminado, acaba inalando esta micobactéria que se implantará num local do pulmão. Em poucas semanas, uma pequena inflamação ocorrerá na zona de implantação. Não é ainda uma doença. É o primeiro contato do germe com o organismo (primoinfecção). Depois disso, esta bactéria pode se espalhar e se alojar em vários locais do corpo.
Se o sistema de defesa do organismo estiver com uma boa vigilância, na maioria dos casos, a bactéria não causará doença, ficará sem atividade (período latente). Se, em algum momento da vida, este sistema de defesa diminuir, a bactéria que estava no período latente poderá entrar em atividade e vir a causar doença. Mas, também há a possibilidade da pessoa adquirir a doença no primeiro contato com o germe.
O doente após 15 dias do início do tratamento não corre risco de contaminar mais ninguém.
Caso esteja com os sintomas, corra ao médico e peça um exame de escarro ou raio-x de tórax.

boa sorte.  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'tuberculose pulmonar'


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.