Metabólito neurotóxico ativo do 1-metil-4-fenil-1,2,3,6-tetra-hidropiridina. O composto reduz os níveis de dopamina, inibe a biossíntese de catecolaminas, consome a norepinefrina cardíaca e inativa a tirosina hidroxilase. Este e outros efeitos tóxicos levam à parada da fosforilação oxidativa, à depleção de ATP e à morte celular. O composto, que está relacionado ao paraquat, também tem sido usado como herbicida.


Uso terapêutico

Sintomas e diagnósticos

Sintomas:

    


Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.